15h : 44min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

'Vasinhos' nas pernas?

O receio de procedimentos caros ou medo da dor na 'secagem' dos vasos fazem com que muitas mulheres deixem de lado a preocupação

Comentar
Compartilhar
18 JUN 2017Por Da Reportagem15h02

Não tem coisa pior para uma mulher que ver surgir os “vasinhos” nas pernas. Esteticamente falando, as telangiectasias (os popularmente conhecidos vasinhos) fazem muitas mulheres esconderem as pernas. O receio de procedimentos caros ou medo da dor na “secagem” dos vasos fazem com que muitas mulheres deixem de lado a preocupação com a beleza e saúde das pernas.

Um procedimento minimamente invasivo e praticamente indolor é o chamado Procedimento Injetável para Microvasos, ou seja, a secagem de vasinhos. É muito simples e é feito em consultório.

A biomédica dra. Lilian Alves Queijo explica:

“Esse procedimento consiste na aplicação de uma substância esclerosante no interior desses microvasos, a qual irá agir levando a uma contração do mesmo, fazendo com que se feche e não haja mais passagem sanguínea. A substância é posteriormente metabolizada pelo organismo. Há inúmeras substâncias esclerosantes que podem ser utilizadas, eu atuo utilizando a glicose hipertônica, o método mais eficaz e considerada também o padrão ouro nessa linhagem de tratamento. Os resultados são efetivos e  por ser um fármaco biocompatível não causa reações alérgicas na pele nem proporciona  risco de choque anafilático ou úlceras isquêmicas”, diz.

O tratamento é bem simples e como a biomédica explicou, eficaz. Utiliza-se uma agulha pequena e fina para injetar a solução. Este tratamento é indicado apenas para os vasos bem finos. O número de sessões é variável de caso para caso, porém na primeira sessão já é notável um clareamento de até 60% dos vasos que vão se eliminando no decorrer das sessões. O intervalo entre elas se dá a cada 15 dias, uma vez que esse seria o tempo de ação da medicação utilizada.

Após o tratamento, o local pode apresentar eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e pode haver o aparecimento de hematomas por se tratar de uma região vascularizada. Sensação de peso nas pernas também é relatada por alguns pacientes. Todos os sintomas são passageiros. 

Durante o tratamento, a biomédica explica que o paciente deve evitar a prática de atividades físicas por três dias e a exposição solar por até dez dias após a aplicação. Por essa razão o inverno é uma época perfeita para a realização do tratamento.

Dra. Lilian toma ainda outros cuidados para potencializar o tratamento. “Prescrevemos cremes e até capsulas de ativos naturais, que irão melhorar a circulação e fortalecer os capilares e vasos, para que não eles não retornem e o tratamento tenha maior durabilidade. Em alguns casos também é receitado o uso de substâncias clareadoras para que o procedimento não deixe sequelas (marcas) na região”, comentou. 

Como todo procedimento estético, o PEIM possui contraindicações. Ele não é indicado para gestantes, lactantes, pacientes com ou em tratamento de neoplasias, com infecções locais, diabéticos descompensados e pacientes com problemas circulatórios.

Para a realização do procedimento, também é fundamental buscar orientação de profissionais qualificados para resultados satisfatórios. Qualquer dúvida, basta enviar para o e-mail [email protected]

O que são os vasinhos

As telangiectasias (vasinhos) são alterações de caráter familiar, bem mais frequentes nas mulheres que nos homens. Ocorrem com maior frequência nos membros inferiores (pernas e coxas), mas podem ocorrer na face e no colo. Podem aparecer também nas nádegas e no restante do tronco, mas são menos frequentes.

Os microvasos ou telangectasias, popularmente conhecidos como aranhas vasculares, acometem cerca de 70% das mulheres contra somente 20% dos homens. Suas causas ainda não são bem definidas, mas sabe-se que ordens genéticas, reposições hormonais (como o uso de anticoncepcionais, por exemplo), gravidez, sedentarismo e obesidade, estão entre suas principais causas.

Colunas

Contraponto