11h : 07min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Atividades físicas reduzem inflamação no organismo

Todo mundo já sabe que as atividades físicas são benéficas para a saúde de uma forma geral

Comentar
Compartilhar
05 FEV 2017Por Da Reportagem14h00

Além de conferir bem estar, a prática regular pode prevenir doenças como diabetes, obesidade, doença celíaca e fibromialgia. E um estudo recente comprovou ainda que exercícios podem ajudar a reduzir a inflamação no corpo. Explicando sobre a inflamação: ela é sinônimo de dor, inchaço, vermelhidão e, muitas vezes, febre. Seus sintomas são disparados pelo próprio organismo, quando tenta se recuperar de uma infecção ou reparar os danos de traumas e machucados.

Pois bem: este estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos e publicado recentemente na revista científica Brain, Behavior and Immunity, mostrou que 20 minutos de exercício são capazes de reduzir a inflamação no corpo.

O grupo de pesquisadores desejava comprovar se a prática de atividades físicas ativavam o sistema nervoso simpático do cérebro. Essa parte é responsável por acelerar os batimentos cardíacos, elevar a pressão arterial e intensificar o ritmo respiratório. E eles acreditavam que ao disparar esse sistema, ele acionaria uma resposta anti-inflamatória. Essa teoria foi comprovada com o estudo.

Para isso, os cientistas convocaram 47 homens e mulheres, que precisaram caminhar em uma esteira em intensidade moderada por 20 minutos. Eles tiveram uma amostra de sangue coletada em dois momentos: antes e depois da prática desse exercício. O que os resultados mostraram é que houve uma redução de 5% no número de células imunológicas ligadas a processos inflamatórios.

A partir desse estudo, os cientistas pretendem conseguir desenvolver novos tratamentos anti-inflamatórios. E um outro lado positivo deste estudo é a comprovação de que apenas 20 minutos de atividade já é suficiente para se proteger. Para quem sofre com alguma doença ou vive no sedentarismo, não há como mais fugir e deixar de praticar exercícios.

Uma simples caminhada já pode fazer toda diferença para a manutenção da sua saúde. Vale a pena consultar o seu médico e um profissional capacitado em atividades físicas para que avaliem de que forma essa prática pode ser inserida na sua rotina, possibilitando que você consiga todos os benefícios disso.

Colunas

Contraponto