03h : 28min

Assine o Diário e o Santista por R$8 por mês no plano atual

A ‘empresa’ foi para a nuvem e lá a segurança é primordial!

Muitas empresas estão usando as soluções em nuvem para garantir acessibilidade dos dados, para quem trabalha a distância, por exemplo

Comentar
Compartilhar
22 JAN 2017Por Da Reportagem14h10
Foto: Divulgação

Cloud Computing é um serviço que dispõe de ferramentas disponibilizadas na nuvem, ou seja, na internet. São servidores compartilhados, nos quais os usuários podem acessá-los a partir de computadores, smartphones, tablets e demais aparelhos com conexão à internet.

Com certeza, para as empresas que foram para a nuvem, o trabalho ficou mais dinâmico e a assistência técnica mais econômica, o que não significa que a segurança dos dados tenha ficado de lado, ela é primordial.

Na computação em nuvem, a segurança é um dos itens mais vantajosos, desde que seja contratado um fornecedor seguro e as obrigações de ambas as partes bem definidas. A empresa que usa as soluções em nuvem, conta com a vantagem de ter manutenções constantes, dificultando que algo de grave aconteça com os dados armazenados.

O serviço de criptografia garante que os dados, como senhas e números de cartões fiquem protegidos contra os ataques maliciosos e extravio de informações. Problema que dá muita dor de cabeça para as empresas que trabalham de forma tradicional.

Outro problema acarretado pela perda de dados é o uso e manipulação de e-mails, no qual o intruso usa de modo indevido, fazendo transações financeiras ou redirecionando seus clientes para a concorrência, o que também é evitado pela criptografia da computação em nuvem.

Com a manutenção constante, por parte da empresa que oferece serviços em nuvem, ataque de malwares, distribuição de softwares piratas e ataques DDoS — Distributed Denial of Service, são evitados com mais facilidade. A perda de dados é minimizada drasticamente, pois o servidor faz backups constantes, garantindo que os dados da empresa não sejam perdidos. Principalmente, se os dados são replicados em bases dispostas em vários lugares.

Apenas pessoas autorizadas tem acesso às informações salvas no servidor, ou seja, monitorar quem acessou arquivos se torna uma tarefa mais simples. A agilidade no processo de auditoria é otimizada, para identificar possíveis usuários e movimentações.

Você ainda tem alguma dúvida sobre segurança em Cloud Computing? 

Colunas

Contraponto