Mato Seco, Afrodizia, Alma Djem e Filosofia Reggae são atrações em Itanhaém

O evento é um dos mais aguardados do Verão em Itanhaém e dos mais importantes do gênero no Brasil

Comentar
Compartilhar
25 JAN 2018Por Da Reportagem19h31
O 13º Festival Regado a Reggae tem sua agenda de shows confirmada para esta sexta-feira (26) e sábado (27)Foto: Divulgação/PMI

O 13º Festival Regado a Reggae tem sua agenda de shows confirmada para esta sexta-feira (26) e sábado (27), sempre a partir das 17 horas, na Praia dos Pescadores. Destaque deste ano será para as bandas Mato Seco, Afrodizia, Alma Djem e Filosofia Reggae, além de shows com DJs e o projeto Skatepoesia.

O evento é um dos mais aguardados do Verão em Itanhaém e dos mais importantes do gênero no Brasil. Quem abre o Regado a Reggae deste ano, na sexta-feira, é o Afrodizia. Em 18 anos de estrada, a banda radicada em Itanhaém já levou sua música para todo o país e em mais de 70 shows internacionais realizados em países como França, Eslovênia, Suíça e Áustria. O Afrodizia emplacou sucessos nacionais, como a música “Montanha da Paz”, na novela Malhação (2000).

Logo depois, será a vez do Mato Seco. Formada por sete amigos de infância, a banda nasceu em 2002, em São Caetano do Sul, e hoje se destaca como uma das principais do gênero no país. O Mato Seco se destaca pelas letras bem elaboradas ao lado das mensagens positivas com conotações políticas e sociais, objetivando disseminar a filosofia do bem e da justiça.

No dia seguinte (27), é a vez do Filosofia Reggae. Com 16 anos de história, a banda aposta na originalidade sem abandonar sua identidade musical. O último álbum, intitulado “Você & Eu”, alcançou grandes números em todo o Brasil nas redes sociais, plataformas digitais e nas rádios. O Filosofia Reggae tem alcançado cada vez mais fãs por onde passam, com casas lotadas e ingressos esgotados.

Encerrando o Festival, os brasilienses do Alma Djem sobem ao palco. A banda é considerada uma das melhores de reggae do Brasil e lançou em 2016 seu mais recente DVD, gravado no Lagoa Paranoá, em Brasília. Criada em 1997, a banda gravou seu primeiro disco em 2000, intitulado “Grito de Liberdade”, e, mesmo independentes, alcançou sucesso nacional.

O 13º Festival Regado a Reggae conta com apoio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. A atração foi realizada pela primeira vez em 2005 e já trouxe mais de 60 shows para Itanhaém, com os melhores artistas nacionais e internacionais.

DJs E SKATEPOESIA – Além destas atrações musicais, o DJ Adimireggae (sexta-feira) e o DJ Zambol (sábado) agitarão a galera, sempre antes das apresentações principais da noite, a partir das 17 horas. Também está confirmado o tradicional “Bandeirão Regueiro”, presente nos shows de reggae, quando o público é encoberto no auge da apresentação musical.

Enquanto acontecem os shows dos DJ, o poeta Vitor Sagaz irá realizar apresentações do seu projeto intitulado “Skatepoesia”. O artista e skatista percorre o Brasil divulgando seu trabalho, baseado em sua trajetória de vida e suas experiências com o esporte que pratica desde 1987. Suas poesias falam sobre seu estilo de vida e de sentimentos como o amor ao próximo e à família.

Colunas

Contraponto