Débitos prefeituras

Alunos com deficiência podem participar das atividades do Atendimento Especializado

O atendimento é feito de segunda a sexta, das 8 às 17 horas. É necessário levar a carteira de vacinação, cópia do RG (tanto do aluno quanto do responsável), comprovante de residência, laudo médico e declaração escolar.

Comentar
Compartilhar
10 MAR 2018Por Da Reportagem22h54
O programa é realizado no contraturno de 14 escolas municipais, com acompanhamento de professores, que realizam atividades educativasFoto: Divulgação/Assessoria de Imprensa

As matrículas para o Atendimento Educacional Especializado (AEE) estão abertas. O programa é realizado no contraturno de 14 escolas municipais, com acompanhamento de professores, que realizam atividades educativas e que colaboram para um aprendizado melhor dos estudantes.

O pai ou responsável deverá se encaminhar à unidade mais próxima de sua residência – vale ressaltar que os polos atendem alunos que também estão matriculados em outras escolas municipais. O atendimento é feito de segunda a sexta, das 8 às 17 horas. É necessário levar a carteira de vacinação, cópia do RG (tanto do aluno quanto do responsável), comprovante de residência, laudo médico e declaração escolar.

EDUCAÇÃO ESPECIAL – Antes do início do ano letivo, a equipe da Educação Especial se reuniu nos dias 24 e 25 de janeiro, em atividade ministrada por assessoras da Educação Inclusiva, Fabrícia Sales Cavalcante e Rosa Maria Silva Paiva de Souza, no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE).

Essa formação oportunizou aos gestores orientação técnica, tematização de prática e propostas e ações. O AEE é um serviço que identifica, elabora e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, com objetivo de eliminar barreiras para a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas.

As unidades que contam com polos do AEE são as seguintes:

EM Célia Marina Dal Pozzo Borges (Sabaúna)
EM Elga Reis (Guapiranga)
EM Eugênia Pitta (Anchieta)
EM Filomena Dias Apelian (Bopiranga)
EM Harry Forssell (Oásis)
EM Leonor Mendes de Barros (Jardim Mosteiro, turma voltada a alunos com deficiência auditiva e visual)
EM Lions Clube (Ivoty)
EM Luiz Gonzaga Silva Fonseca (Nova Itanhaém)
EM Maria Aparecida Soares Amêndola (Nossa Senhora do Sion)
EM Maria da Conceição Carvalho Batista (Suarão)
EM Profª Ignêz Martins (Parque Jequitibá)
EM Profª Lídia Martha Ferrielo Gianotti (Chácara das Tâmaras)
EM Profª Maria Cristina Macedo Gomes (Parque Novaro)
EM Profª Maria Patrocina Condota (Guapurá)

Colunas

Contraponto