11h : 41min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Déficit com o Hospital Santo Amaro é de R$ 2,3 milhões

Ele disse que a gestão está sendo cuidadosa com a contratação de organizações sociais (OSs)

Comentar
Compartilhar
10 JAN 2017Por Da Reportagem09h30
Administração do Santo Amaro deve receber repasse cheio em janeiro e os atrasados em parcelas fixasFoto: Matheus Tagé/DL

Acompanhando o prefeito, o secretário de Saúde, Renato Pastorelo, disse que está negociando o parcelamento dos três meses de Incentivo de Auxílio à Contratualização (IAC) atrasados ao Hospital Santo Amaro (HSA). “A Prefeitura repassou uma parte de outubro (R$ 900 mil) e não repassou novembro e dezembro. Vamos pagar o IAC de janeiro cheio (R$ 1,3 milhão) e vamos pagando os atrasados conforme o parcelamento. Mas também vamos acompanhar se o hospital cumpre rigorosamente o contrato”, disse Pastorelo.

Ele disse que a gestão está sendo cuidadosa com a contratação de organizações sociais (OSs). “Não podemos abrir mão de parcerias, mas temos um efetivo de servidores que tem que ser aproveitado. Há limites que devem ser respeitados. A atenção básica não deve estar com uma OS. Já a urgência e emergência admite parceria, mas com extrema supervisão do gestor municipal”, alerta o secretário.

Renato Pastorelo disse que a Secretaria também está levantando o estado de conservação das unidades de saúde próprias do Município para uma posterior reforma. “Há vazamentos, infiltrações e outros problemas. Precisamos climatizar as unidades. Neste sentido, estamos procurando os deputados de região e pedindo emendas parlamentares à atenção básica de saúde de Guarujá”, ­concluiu.

Colunas

Contraponto