Entrada da Cidade

Doria anuncia nomes da cúpula da segurança do Estado

Doria irá manter o coronel Marcelo Vieira Salles no comando geral da Polícia Militar. Para delegado-geral, foi escolhido Ruy Ferraz Fontes, chefe do Departamento de Narcóticos (Denarc)

Comentar
Compartilhar
30 NOV 2018Por Estadão Conteúdo17h40
O governador eleito de São Paulo, João DoriaFoto: Agência Brasil

O governador eleito de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira, 30, a cúpula das Polícias no Estado. Doria irá manter o coronel Marcelo Vieira Salles no comando geral da Polícia Militar. Para delegado-geral, foi escolhido Ruy Ferraz Fontes, chefe do Departamento de Narcóticos (Denarc) considerado especialista em investigar o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Após prometer que nomearia um policial e escolher um membro do Exército para comandar a Secretaria de Segurança Pública, Doria também anunciou a criação de duas secretarias executivas, uma para a Polícia Civil e outra para a Militar.

O coronel Álvaro Batista Camilo, ex-vereador e deputado estadual, que participou do plano de segurança de Doria, foi escolhido para a Secretaria Executiva da PM. Já na Civil, assume o novo cargo o delegado Youssef Abou Chahin, que já foi delegado-geral.

Segundo integrantes da gestão, os novos cargos terão a função de assessorar o secretário, o general João Camilo Pires de Campos. "Vamos integrar as nossas polícias com o que há de mais moderno", disse o governador eleito.

Na apresentação, Doria não respondeu se é favorável à transferência de Marcola, maior líder do PCC, para um presídio federal e que este seria assunto para a atual gestão, do governador Marcio França (PSB). Disse apenas que o Estado será "implacável com o crime organizado".

Colunas

Contraponto