21h : 42min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Santos bate o Furacão de virada e abre vantagem nas oitavas da Libertadores

O atacante Kayke, com dois gols, e Bruno Henrique fizeram para o Peixe na vitória, por 3 a 2, na Vila Capanema. No jogo de volta, na Vila Belmiro, os santistas podem até perder

Comentar
Compartilhar
05 JUL 2017Por Alyson Gonçalo21h14
Kayke voltou a marcar dois gols contra o Atlético-PRFoto: Joka Madruga/Futura Press

O Santos segue como único clube invicto na Libertadores 2017. Nesta quarta-feira (05), o time do técnico Levir Culpi garantiu uma importante vitória de virada, por 3 a 2, sobre o Atlético-PR, na Vila Capanema (PR), em primeiro duelo pelas oitavas de final. Este foi o primeiro triunfo do Peixe fora de casa – antes da partida, a equipe somava três empates como visitante e três vitórias como mandante no torneio.

Após sair atrás no placar logo aos seis minutos de partida, com gol anotado pelo atacante Nikão, o time da Vila Belmiro mostrou poder de reação e abriu 3 a 1, com dois gols de Kayke – sendo um deles um golaço, de letra – e outro de Bruno Henrique. O atacante Ederson fez o segundo dos donos da casa e colocou número finais na partida.

A dupla alvinegra já tinha brilhado diante dos paranaenses pelo Brasileirão. Em jogo válido pela sexta rodada da competição nacional, Kayke também marcou dois gols e contou com assistências do parceiro para garantir a vitória, por 2 a 0, na Arena da Baixada.

Ao contrário dos últimos três jogos, quando pouco produziu ofensivamente e somou duas derrotas (Sport e Flamengo) e um empate (Atlético-GO), o Peixe mostrou bom futebol e teve oportunidade de marcar outros gols na partida. O goleiro Weverton, que falhou feio no gol marcado por Bruno Henrique, fez ao menos duas grandes defesas.

Vale destacar ainda outra grande atuação do goleiro Vanderlei. Em jogo pra lá de movimentado, o camisa 1 do Peixe fez lindas defesas – a principal delas em chute de Lucho Gonzalez, no fim da primeira etapa – e garantiu o resultado positivo.

As equipes voltam a se enfrentar e decidem uma vaga para as quartas de final no dia 10 de agosto (quarta-feira), na Vila Belmiro. Como marcou fora de casa, o Peixe pode até perder por um gol de diferença - desde que o Furacão não vença por mais de três gols - no jogo de volta, que, mesmo assim, garante uma vaga à próxima fase da competição continental.

No próximo final de semana, o Peixe tem pela frente um clássico contra o São Paulo, pela 12ª rodada do Brasileirão. O jogo será realizado no domingo (09), às 19h, na Vila Belmiro. Já o Furacão visita a Chapecoense, na Arena Condá, no mesmo dia, mas um pouco mais cedo, às 11h (de Brasília).

Colunas

Contraponto