Santos

Santos acerta salários com Dodô, mas acordo depende de 'valor fixado'

O Santos pagará o valor integral do ordenado de Dodô caso o atleta seja contratado

Comentar
Compartilhar
15 FEV 2018Por Folhapress10h02
O clube paulista avançou nas negociações envolvendo o lateral esquerdo DodôFoto: Gabriele Maltinti/GettyImages

O Santos venceu o São Caetano na quarta-feira (14) e reassumiu a liderança do grupo D do Campeonato Paulista, mas continua no mercado da bola em busca de reforços.

O clube paulista avançou nas negociações envolvendo o lateral esquerdo Dodô, revelado pelo Corinthians e que atua na Sampdoria, da Itália. A reportagem apurou que o clube já chegou a um acordo salarial com o jogador, que deve receber 100 mil euros (cerca de R$ 400 mil) mensais.

O Santos pagará o valor integral do ordenado de Dodô caso o atleta seja contratado. Em compensação, a diretoria santista terá custo zero pelo empréstimo até o fim desta temporada.

A contratação ainda não foi finalizada, pois Santos e Sampdoria ainda discutem o "valor fixado" de compra definitiva após o término do empréstimo. Os clubes sugeriram valores distintos, mas mantém conversas para chegarem a um acordo.

A diretoria santista não esperou dois jogos do lateral Romário, titular da posição nas primeiras rodadas do Paulistão, para reprovar a contratação feita pela gestão do ex-presidente Modesto Roma e ir ao mercado buscar um novo lateral-esquerdo.

Romário é considerado um jogador bastante forte fisicamente, mas que deixa a desejar na parte técnica. Comissão e diretoria avaliaram que Romário enfrenta dificuldades, principalmente, no apoio ao ataque.

Por conta disso, ele perdeu a posição para Caju. O problema é que o "prata da casa" também deixa a desejar e corre o risco de perder a posição até para o atacante Copete.

Após a vitória contra o São Caetano, Jair Ventura não descartou iniciar o clássico contra o São Paulo no próximo domingo (18), no Morumbi, com o colombiano na lateral.

"Tem as duas possibilidades [na lateral esquerda]. O Copete vem fazendo bem também e ganho mais poder ofensivo. Mesmo ganhando o jogo, queria mais poder ofensivo. Tem essas duas situações [Caju e Copete]", disse.

Em relação a Dodô, a diretoria santista vê o jogador "completo" no sentido defesa e ataque. O lateral revelado pelo Corinthians tem 26 anos e já marcou gol contra o Santos quando atuava pelo arquirrival.

Antes de jogar na Europa, ele se destacou no Bahia por empréstimo. De lá, o lateral foi vendido para a Roma, da Itália, e também teve passagem pela Inter de Milão, antes de defender a Sampdoria. O atleta sofreu com lesões e, por isso, não emplacou mais no futebol europeu.

Colunas

Contraponto