00h : 42min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Ranking da Fifa de outubro definirá cabeças de chave da Copa de 2018

A lista que estabelecerá os classificados será divulgada no dia 16 de outubro, após a próxima rodada das eliminatórias

Comentar
Compartilhar
14 SET 2017Por Folhapress18h30
A Fifa divulgouque usará a posição dos países no seu próximo ranking como critério para definição dos cabeças de chaveFoto: Divulgação/Fifa

A Fifa divulgou nesta quinta-feira (14) que usará a posição dos países no seu próximo ranking como critério para definição dos cabeças de chave e realização do sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. A lista que estabelecerá os classificados será divulgada no dia 16 de outubro, após a próxima rodada das eliminatórias.

Seguindo o mesmo critério adotado nos últimos Mundiais, os cabeças de chave dos oito grupos serão o país-sede (Rússia) e as sete seleções melhores colocadas do ranking classificadas para a Copa. Os outros times classificados serão colocados nos três potes restantes de acordo com o ranking para sorteio.

O único direcionamento para a definição dos grupos será para impedir que seleções da mesma confederação continental se enfrentem, exceto as da Europa, que poderá ter até dois times no mesmo grupo -o continente tem 14 classificados e o Mundial é disputado em apenas oito grupos.

Também nesta quinta, a Fifa divulgou a nova edição do seu ranking, com o Brasil caindo da primeira para a segunda posição. A nova líder é a Alemanha.

Muito perto confirmar sua classificação, a seleção alemã deverá ser uma das cabeças de chave da Copa de 2018, assim como o Brasil, que já garantiu sua vaga no Mundial. A Bélgica, única seleção europeia com vaga assegurada, subiu quatro posições no ranking, ocupando a quinta colocação. Dessa forma, ela se candidata a ser uma das líderes de grupo no sorteio que será realizado em 1º de dezembro, em Moscou.

Além dessas três seleções, estão entre os sete primeiros do ranking -e hoje seriam cabeças de chave, se conseguissem vaga para a Copa- Portugal, Argentina, Polônia e Suíça.

Colunas

Contraponto