Entrada da Cidade

Presidente do Santos teme Flamengo e viaja ao Rio para negociar com Abel

Ele é o único treinador que o Peixe negocia no momento para assumir o lugar de Cuca

Comentar
Compartilhar
29 NOV 2018Por Folhapress16h01
Presidente santista aposta na amizade que possui com Abel Braga para superar os concorrentesFoto: Divulgação/Fluminense FC

O presidente do Santos, José Carlos Peres, preferiu não esperar o estafe do técnico Abel Braga e viajou ao Rio de Janeiro para negociar a contratação do ex-treinador do Fluminense. A informação foi divulgada pela A Tribuna e confirmada pela reportagem.

O mandatário santista já teme a concorrência do Flamengo na briga pelo técnico. Isso porque o clube carioca, que vive período de eleição, ainda não anunciou a contratação de Renato Portaluppi, atual treinador do Grêmio.

O presidente santista aposta na amizade que possui com Abel Braga para superar os concorrentes. O dirigente, inclusive, alega que o clube paulista não possui uma segunda oposição e disse ter recusado diversos nomes oferecidos.

"É um técnico top e que gosta do Santos. Tive duas negociações, uma para trazer em dezembro e outra foi antes do Cuca. Primeiro ele não quis abandonar o Fluminense, atitude de gente grande, e depois teve o acidente (do João Pedro Braga, filho de Abel). Falei para ele na ocasião que (a cidade de Santos) é uma 'mini Rio de Janeiro'. Ele falou que seria um prazer. Gostaria que fosse para ontem. É competente, tem boa ligação com jogadores de base. Quantos foram lançados além do Pedro no Fluminense? Vários", afirmou Peres.

"Nunca teve Rogério Ceni e Roger Machado (entre os cotados). (Diego) Aguirre não, Dorival (Júnior) não. Lisca e Guto Ferreira não estão na lista. Muricy é um bom nome, mas não quer trabalhar", disse.

Peres ainda refutou Jorge Sampoli, Juan Carlos Osorio e Roberto Martínez, técnicos de Argentina, México e Bélgica na última Copa do Mundo, respectivamente. Ainda elogiou Ariel Holan, do Independiente, mas fez ressalvas: "É muito difícil um estrangeiro dar certo no Brasil. Prioridade é um brasileiro", completou.

O UOL Esporte revelou que o Santos já fez uma proposta oficial a Abel Braga por telefone na semana passada. A ideia é pagar R$ 780 mil por mês para o treinador e que parte da comissão técnica permaneça para trabalhar com Abel para ajudar na transição.

O montante é uma espécie de "pacote" que inclui Abel e mais dois profissionais -o auxiliar técnico Leomir de Souza e o preparador físico Manoel Santos.

Abel é o único treinador que o Santos negocia no momento para assumir o lugar de Cuca, que anunciou que dará um tempo com o futebol para operar o coração.

Colunas

Contraponto