06h : 47min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Presidente da Fifa manifesta apoio à Chapecoense: “Dia muito triste”

O mandatário apontou a queda como a “maior tragédia da história envolvendo uma equipe de futebol”

Comentar
Compartilhar
29 NOV 2016Por Gazeta Press11h11
O presidente da Fifa, Gianni Infantino, anunciou na manhã desta terça-feira as condolências oficiais da entidade para a Chapecoense após o acidente de aviãoFoto: AFP

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, anunciou na manhã desta terça-feira as condolências oficiais da entidade para a Chapecoense após o acidente de avião que vitimou quase 70 pessoas envolvidas com o clube em uma região próxima a Medellín. O mandatário apontou a queda como a “maior tragédia da história envolvendo uma equipe de futebol”.

“Este é um dia muito, muito triste para o futebol”, disse Infantino. “Lamentamos muito o acidente com o avião na Colômbia, é uma notícia chocante e trágica. Neste momento, pensamos com as vítimas, suas famílias e amigos.A FIFA gostaria de expressar suas mais sinceras condolências aos fãs de Chapecoense, a comunidade do futebol e as organizações de mídia envolvidas no Brasil”, completou.

A aeronave, com 72 passageiros e nove tripulantes, incluindo a delegação da equipe brasileira e membros da mídia, estava viajando do Brasil. Após uma escala na Bolívia, a aeronave caiu na região de Cerro Gordo, com as causas atualmente desconhecidas.

Dentre os sobreviventes estão o goleiro Jackson Follman, o zagueiro Neto e o lateral esquerdo Alan Ruschel, todos em estado de atenção, sendo atendidos em hospitais da região. Além deles, sobreviveram a aeromoça Ximena Suárez, o jornalista Rafael Henzel e o co-piloto Edwin Tumiri.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar