22h : 30min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Portuguesa Santista goleia no Ulrico Mursa e quebra jejum de títulos

Após 51 anos, a Briosa voltou a levantar um caneco. Neste domingo, a equipe goleou o Desportivo Brasil, por 3 a 0, e faturou título da Segundona do Paulistão

Comentar
Compartilhar
09 OUT 2016Por Alyson Gonçalo20h32
A Portuguesa Santista conquistou o título da Segunda Divisão do Campeonato PaulistaFoto: Douglas Teixeira/Divulgação

A Portuguesa Santista conquistou o título da Segunda Divisão do Campeonato Paulista, equivalente ao quarto patamar do futebol no estado. Neste domingo, no estádio Ulrico Mursa, a Briosa venceu o Desportivo Brasil, por 3 a 0. Os gols da partida foram marcados pelo centroavante, o veterano meia Ricardinho e o atacante Eric.

Como o jogo de ida da final, realizado no último final de semana, no estádio Ernesto Rocco, em Porto Feliz, terminou com empate por 1 a 1, a vitória do time da Baixada Santista foi mais do que o suficiente para garantir a festa do torcedor presente, que lotou o estádio e pôde celebrar, enfim, a quebra de um longo jejum de títulos da equipe.

A última vez que a Briosa levantou uma taça estadual foi em 1965, quando conquistou o título da Divisão Intermediária - hoje equivalente ao Paulistão da A-2 - e acesso à primeira divisão do Estado.  Na época, a vitória decisiva foi diante da Ponte Preta, por 1 a 0, com gol do meio-campista Wilson Gomes, o Samarone, que mais tarde se tornaria ídolo do Fluminense.

O resultado positivo mostra-se ainda mais importante devido à ótima campanha da Portuguesa Santista na competição. Sob o comando do técnico Ricardo Costa, o time santista acumulou 17 vitórias, nove empates e apenas uma derrota – justamente para o rival deste final de semana. De quebra, teve o artilheiro da competição: Willian, com 19 gols anotados.

Garantido na disputa da série A-3, em 2017, os dirigentes da Lusinha esperam manter a base do elenco para a próxima temporada. A ideia é seguir com a parceria com o coirmão Santos Futebol Clube, que emprestou sete jogadores ao clube, e correr atrás de outros reforços que foram destaque na Segundona. A conquista do torneio rendeu premiação de R$ 80 mil.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar