Banner Sabesp

Palmeiras e Atlético-MG acertam troca de Róger Guedes por Marcos Rocha

Atletas serão trocados por empréstimo de uma temporada. O Verdão já deixou preço fixado previamente para uma eventual compra do lateral-direito

Comentar
Compartilhar
27 DEZ 2017Por Folhapress15h01
Palmeiras e Atlético-MG estão perto de anunciar a troca de Róger Guedes por Marcos RochaFoto: Agência Palmeiras

Palmeiras e Atlético-MG estão perto de anunciar a troca de Róger Guedes por Marcos Rocha. Restam ainda alguns detalhes para os contratos serem assinados, mas o negócio foi praticamente concluído na manhã desta quarta-feira (27).

Os dois atletas serão trocados por empréstimo de uma temporada. O Palmeiras já deixou preço fixado previamente para uma eventual compra do lateral-direito, que renovou com o Atlético antes de aceitar a oferta paulista.

Os palmeirenses ainda estavam cautelosos com as tratativas porque dependiam de Róger Guedes aceitar a transferência por empréstimo. Quando o clube tentou usá-lo como moeda de troca para Gustavo Scarpa, por exemplo, o atacante recusou e travou as conversas.

Agora, Guedes já deu o aval e será mais uma novidade para o ataque do Atlético-MG, que já havia contratado o centroavante Ricardo Oliveira, do Santos.

No Palmeiras, Guedes tem contrato até março de 2021. Já o vínculo de Marcos Rocha com o Atlético iria até dezembro de 2018, mas a diretoria mineira conseguiu acertar a renovação por mais um ano, até o fim de 2019.

A busca por um lateral-direito era uma das prioridades do Palmeiras nesta janela de transferências, já que Mayke, Fabiano e Jean mostraram irregularidade ao longo de 2017.

Campeão da Libertadores de 2013 e uma das bandeiras do clube nos últimos anos, Marcos Rocha deve ser substituído por Samuel Xavier, contratado do Sport. O Atlético, também negociando com o Palmeiras outros empréstimos, já fechou com o volante Arouca e com o atacante Erik.

Já os paulistas contrataram o goleiro Weverton (Atlético-PR), o zagueiro Emerson Santos (Botafogo), o lateral-esquerdo Diogo Barbosa (Cruzeiro), o meia Lucas Lima (Santos) e o técnico Roger Machado. A promessa agora é não contratar mais, embora ainda haja um sonho -distante- de ter Ricardo Goulart.

Colunas

Contraponto