23h : 50min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Palmeiras anuncia saída de Cuca no fim do ano, e técnico promete voltar

Na tarde desta quarta-feira, por meio de nota publicada no site oficial, o clube confirmou a saída, e o treinador prometeu retornar

Comentar
Compartilhar
01 DEZ 2016Por Gazeta Press14h14
Após passar pelo futebol chinês, Cuca pretendia se dedicar apenas à família em 2016Foto: Divulgação

A partida contra o Vitória, marcada para o próximo dia 11 de dezembro, em Salvador, será a última de Cuca como treinador da Sociedade Esportiva Palmeiras. Na tarde desta quarta-feira, por meio de nota publicada no site oficial, o clube confirmou a saída, e o treinador prometeu retornar.

“Pela capacidade técnica, pela identificação com o clube e pela pessoa que é, gostaríamos muito de tê-lo em 2017. Mas entendemos sua escolha. O Palmeiras estará sempre de portas abertas para ele”, afirmou o presidente Paulo Nobre.

Após passar pelo futebol chinês, Cuca pretendia se dedicar apenas à família em 2016. Convencido por Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, ele aceitou comandar o time do coração no último mês de março. Em 2017, porém, a prioridade será dos parentes.

“É uma escolha difícil, mas que tive que fazer. Na verdade, como sempre disse, não era nem para ter vindo neste ano. Eu ia me dedicar apenas à minha família em 2016, mas fui convencido pelo Alexandre Mattos, pelo presidente, pelo projeto que foi apresentado a mim e, claro, pelo meu amor ao Palmeiras”, disse o treinador.

Encarregado de suceder Marcelo Oliveira, Cuca acumula um total de 50 partidas no Palmeiras, com 28 vitórias, 11 empates e 11 derrotas. Suspenso, ele viu o irmão Cuquinha dirigir o time no triunfo sobre o Fluminense e o auxiliar Alberto Valentim atuar no revés diante do Botafogo.

Em 1992, temporada em que foi vice-campeão paulista pelo Palmeiras, o então atacante disputou 24 partidas e marcou sete gols. Além de justificar sua saída no final do ano, o técnico campeão brasileiro prometeu retornar para uma terceira passagem pelo clube que admira.

“Torço desde criança, nunca escondi isso de ninguém e domingo acabei sendo campeão duas vezes: como treinador e como torcedor. Saio do Palmeiras muito feliz e com a missão cumprida. Tenho certeza de que voltarei um dia para continuar a minha história no clube”, afirmou.

Antes mesmo de Cuca confirmar sua saída, o Palmeiras já trabalhava com a possibilidade de buscar um novo técnico, processo que será intensificado nos próximos dias. Eduardo Baptista, hoje na Ponte Preta, e o auxiliar Alberto Valentim estão entre os cotados. Roger Machado, também ventilado, acertou com o Atlético-MG e Abel Braga está na mira do Fluminense.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar