11h : 37min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Irregular, Marquinhos Gabriel diz não temer reação a erro

Marquinhos parou em Marcelo Lomba, e o Internacional avançou em Itaquera. No tempo normal, 1 a 1. Nas penalidades, 4 a 3 para os colorados

Comentar
Compartilhar
20 ABR 2017Por Folhapress20h30
O meia demonstrou confiança no plano da comissão técnica em recuperá-lo e deu declarações bem convictasFoto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Se os jogadores mais jovens, casos de Maycon e Guilherme Arana, deram sinais de tristeza por pênaltis perdidos, Marquinhos Gabriel reagiu de forma diferente.

Contestado no Corinthians pela irregularidade, o meia demonstrou confiança no plano da comissão técnica em recuperá-lo e deu declarações bem convictas, diferentes de seu perfil normalmente tranquilo. Marquinhos parou em Marcelo Lomba, e o Internacional avançou em Itaquera. No tempo normal, 1 a 1. Nas penalidades, 4 a 3 para os colorados.

"Não temo nada", disse Marquinhos Gabriel sobre a reação que enfrentaria daqui por diante. "Tenho trabalhado a cada dia. É claro que não gostamos da situação, mas em nenhum momento vou desistir. Continuo trabalhando", enfatizou.

"Como você não vai estar afim? Como não vai querer trabalhar e ajudar? Se eu não quiser ajudar, pego as coisas e vou para casa. Já passei para ele [Carille], para o pessoal que quero ficar e ajudar, estou fazendo meu trabalho. Hoje [quarta] entrei e consegui ajudar, quase fiz gol. É nesses momentos que a gente retoma a confiança. É não baixar a cabeça em momento algum", declarou Marquinhos Gabriel de forma enfática. Ele destacou que se sente respaldado.

"O grupo é muito unido e tem muito chão até o fim do ano, pode ter certeza que o grupo será vencedor. Não pode é ficar deitado, é levantar que domingo tem decisão. Vou dar a volta por cima e vai ser aqui [no Corinthians], não em outro lugar. Se eu sentir desconfiança de quem trabalha do meu lado, não tem porque continuar. Sinto a confiança aqui e por isso quero dar a volta por cima", emendou.

As declarações de Marquinhos Gabriel são pertinentes em função da dificuldade para se estabelecer no Corinthians. Contratado há um ano, ele ganhou a titularidade de imediato, mas foi dos nomes mais oscilantes durante o Campeonato Brasileiro. Em 2017, sofreu com problemas físicos e não jogou por dois meses, o que frustrou a perspectiva de evoluir na atual temporada. Assediado por outras equipes, como Santos e Grêmio, ele próprio, e o clube, rejeitaram sondagens.

A chance de Marquinhos e principalmente o Corinthians se refazerem da decepção será rápida. Domingo, em Itaquera, a semifinal do Paulistão diante do São Paulo se inicia de maneira favorável aos corintianos, que ganharam por 2 a 0 no Morumbi.

Colunas

Contraponto