20h : 02min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Guilherme agrada como centroavante e vira nova opção no Corinthians

Guilherme atuou avançado diante do Santa Cruz e correspondeu com dois gols

Comentar
Compartilhar
13 OUT 2016Por Gazeta Press13h00
Recuperado de lesão, meia substituiu Romero e Gustavo e fez dois golsFoto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Com dificuldades para encontrar um homem de referência para o seu ataque desde perder Vagner Love para o Monaco, da França, o Corinthians ganhou uma nova alternativa para o setor. Trata-se do meia Guilherme, que atuou avançado diante do Santa Cruz e correspondeu com dois gols na vitória por 4 a 2 de quarta-feira, na Arena Pantanal.

“O Guilherme iniciou a sua carreira no Cruzeiro nessa posição, jogando com o Adilson Batista. Ele era um atacante de referência, menos armador do que é hoje. É um jogador com uma qualidade técnica muito grande, importante para o grupo. Posso usá-lo como um 9 ou vindo de trás”, indicou o técnico interino Fábio Carille, que deverá ser substituído por Oswaldo de Oliveira nas próximas horas.

Guilherme chegou a ser testado como um falso centroavante em alguns momentos da atual temporada. Tite, no entanto, priorizava a utilização de André (já vendido ao Sporting, de Portugal) no setor. Luciano (agora no Leganés, da Espanha) também foi testado e não se mostrou o mesmo de antes de sua grave contusão no joelho. Já Gustavo, vindo do Criciúma para acabar com a carência, ainda não fez nem um gol sequer pelo Corinthians. O paraguaio Ángel Romero foi outro que teve as suas chances, porém prefere atuar como um ponta. E o jovem Isaac jamais estreou.

A utilização de Guilherme diante do Santa Cruz só foi possível porque enfim o atleta deixou o departamento médico corintiano – em outros clubes, as contusões eram problemas recorrentes para ele. O jogador já não sente mais um edema na panturrilha direita.

“Depois de 30 dias fora, ele virou uma opção muito importante. Precisamos qualificar o grupo, e ele é um jogador de qualidade”, repetiu Fábio Carille, que perdeu Gustavo em função de um desconforto muscular na coxa esquerda e não tinha Romero, defendendo o Paraguai, durante a rodada passada das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Guilherme também está feliz por ser novamente útil ao Corinthians, seja sob o comando de Carille ou de Oswaldo de Oliveira. “Graças a Deus, fiz um trabalho intensivo e voltei a jogar após ficar um mês fora. Ainda sinto um pouco dinâmica do jogo, o calor intenso, mas a gente não perde a qualidade. Fui feliz na conclusão e pude ajudar a minha equipe”, sorriu o candidato a titular como centroavante.

 

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar