13h : 54min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Follmann deve ter alta médica em duas semanas

O goleiro passou por uma enxertia de pele no tornozelo esquerdo na última terça (10) e "não há previsão de novos procedimentos cirúrgicos no momento"

Comentar
Compartilhar
11 JAN 2017Por Folhapress19h49
O goleiro Jackson Follmann já tem previsão de alta médicaFoto: Divulgação

Último sobrevivente da queda do avião da Chapecoense ainda internado, o goleiro Jackson Follmann já tem previsão de alta médica. O último boletim médico sobre o estado de saúde do goleiro mostra que o jogador terá alta em duas semanas.

"Por conta da antiobioticoterapia endovenosa e dos curativos, a previsão de alta hospitalar é para semana do dia 23 de janeiro, caso não ocorram intercorrências", diz o boletim.

Jackson Follmann passou por uma enxertia de pele no tornozelo esquerdo na última terça (10) e "não há previsão de novos procedimentos cirúrgicos no momento", informam os médicos.

"O procedimento faz parte do tratamento cirúrgico da lesão no tornozelo. Jackson também encontra-se em fase final de recuperação de osteomielite de perna direita e segue em tratamento fisioterápico, fonoaudiológico e psicológico, com excelente evolução. O paciente tem se mostrado positivo no tratamento de sua reabilitação. Passa os dias na companhia de familiares e recebe visitas de amigos próximos", completa o documento.

Jackson Follmann é o único sobrevivente da queda do avião da Chapecoense, que matou 71 pessoas no final de novembro, ainda internado na Unimed de Chapecó. O goleiro teve uma das pernas amputada no acidente.

O zagueiro Neto já faz tratamento na própria sede da Chapecoense, em Chapecó. Alan Ruschel passou os últimos dias na casa da família no Rio Grande do Sul e deve voltar em breve à cidade catarinense para também se tratar com fisioterapia.

Colunas

Contraponto