01h : 55min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Elano anuncia aposentadoria e será auxiliar de Dorival em 2017

O jogador ocupará vaga que antes pertencia a Marcelo Fernandes, campeão paulista em 2015

Comentar
Compartilhar
24 NOV 2016Por Alyson Gonçalo20h27
Elano se despede dos gramados e do Santos no fim desta temporadaFoto: Divulgação/Santos FC

O meia Elano se despede dos gramados e do Santos no fim desta temporada. O jogador, de 35 anos, porém, acertou detalhes com a diretoria na tarde desta quinta-feira e seguirá na equipe como auxiliar técnico de Dorival Júnio em 2017. A possibilidade foi divulgada anteriormente pelo Jornal Diário do Litoral no início deste mês.

O jogador ocupará vaga que antes pertencia a Marcelo Fernandes, campeão paulista em 2015 e recentemente afastado de suas funções por um desafeto com Dorival e seu filho, Lucas Silvestre, que também atua como auxiliar.

"O Santos me proporcionou ser um atleta profissional, o que me ajudou a conquistar tudo em minha vida. Aqui eu cresci como ser humano e ganhei títulos importantes. Tenho carinho e gratidão por este clube que me abriu as portas há tanto tempo e, agora, permite que eu continue minha história", disse o camisa 11.

Nos últimos meses, Elano vem exercendo papel parecido. Pouco aproveitado em campo, ele tem sido um "auxiliar de luxo" no banco de reservas. Em diversos momentos foi possível observá-lo passando instruções ao os titulares, principalmente os mais jovens do grupo.

Aliás, o jogador deve exercer papel fundamental em relação à garotada. A ideia do presidente Modesto Roma Júnior é que ele passe a observar jovens promessas e auxilie no desenvolvimento e transição destes atletas à equipe profissional. A função seria parecida com a feita pelo ex-volante Zito, que faleceu em junho do ano passado.

"Eu quero muito continuar fazendo o melhor para o Santos também fora de campo. Quero ajudar na integração da base com o profissional. Fizeram isso por mim quando eu era garoto e o resultado foi muito positivo. É importante fazer essa troca de experiências. Quero me aproximar dos jovens talentos e entender o universo deles. O nosso principal objetivo é criar atletas, algo que o Santos FC sempre fez", completou.

A importância de Elano para o próximo ano contrasta com o seu desempenho dentro dos gramados neste ano. Ele foi opção em apenas 14 oportunidades e não marcou gols. Ao menos, porém, deu uma assistência.

No geral, o meia vestiu a camisa do Alvinegro em 319 jogos, com 68 gols marcados. A galeria de títulos é grande: bicampeão brasileiro (2002 e 2004), Taça Libertadores 2011, além dos estaduais em 2011, 2012, 2015 e 2016.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar