08h : 10min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Dorival se preocupa com desgaste e não descarta 'mistão' contra o Inter

Exames feitos pelos médicos do clube apontaram grande possibilidade de lesão para alguns atletas. Preocupado, o comandante revelou dúvida quanto a participação dos titulares no jogo desta quarta-feira, no Beira-Rio

Comentar
Compartilhar
18 OUT 2016Por Alyson Gonçalo14h07
Dorival se preocupa com desgaste e não descarta 'mistão' contra o InterFoto: Divulgação/Santos FC

Poupar, ou não poupar? Com desgaste dos principais jogadores do elenco, o técnico Dorival Júnior vive um grande dilema para a partida do Santos contra o Internacional, nesta quarta-feira, às 19h30, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

Os exames realizados pelo Departamento Médico do clube apontaram, nesta terça-feira, que a possibilidade de lesão para alguns atletas é alta. Preocupado, o comandante citou o cansaço do meia Lucas Lima e admitiu dúvida para escalar a equipe.

"O Lucas Lima tá com CK (indicativo de desgaste físico muscular) acima de 2 mil. A média dele é 1.200, 1.300. Pergunto para vocês: tiro o Lucas Lima? Mantenho? Jogador importante... E aí? Tenho que tomar atitude hoje. Vou tirar um dos principais jogadores de uma decisão porque o departamento médico me posiciona nesse sentido? Por dados científicos, muitos dos que entrariam em campo não poderiam entrar, porque há chances grandes de lesões graves. Nem tudo é dado científico. Tenho que transferir isso para o campo e tomar uma decisão", afirmou..

A grande esperança do treinador é uma possível recuperação dos atletas antes do início da partida. Nesta terça-feira, logo pela manhã, os titulares fizeram apenas um trabalho tático, sem grandes exigências físicas. Pela tarde, eles já embarcam rumo à Porto Alegre para a partida contra o Inter. A expectativa é que eles desembarquem em solo gaúcho no início da noite desta terça-feira.

"Penso nos melhores em campo. É decisão, não posso pensar diferente. Um pouco alta a dosagem de CK, mas acreditamos em uma recuperação até amanhã. É normal que não se complete a recuperação. O jogo de domingo foi complicado, os últimos 20 minutos foram terríveis. O time do Grêmio não tinha entrosamento, mas tinha jovialidade, condicionamento, os jogadores se encontraram. É difícil alcançar a recuperação completa, mas só tiraremos um ou outro atleta que esteja muito aquém das condições físicas", completou.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar