Corinthians e Grêmio dominam premiação do Bola de Prata

O atacante Jô foi eleito o melhor jogador do Brasileiro. O atleta dedicou o prêmio à torcida corintiana e destacou sua mudança de comportamento, largando a bebida

Comentar
Compartilhar
05 DEZ 2017Por Folhapress00h31
Fábio Carille foi o vencedor do "Prêmio Telê Santana"Foto: TOM VIEIRA FREITAS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Campeão brasileiro, o Corinthians teve três jogadores selecionados (Fagner, Balbuena e Jô) no Bola de Prata, premiação feita pela ESPN Brasil, nesta segunda-feira (4). O quarto corintiano condecorado é Fábio Carille, eleito o melhor técnico da competição.

Tricampeão da Libertadores e 4º colocado no Brasileirão, o Grêmio contou com três atletas no Bola de Prata (Geromel, Michel e Luan).

O Palmeiras, vice-campeão nacional, teve um atleta na relação dos 11 atletas: Dudu. Também foram representados com um jogador cada o São Paulo (Hernanes), Santos (Vanderlei), Thiago Neves (Cruzeiro) e Coritiba (Carleto).

O atacante Jô foi eleito o melhor jogador do Brasileiro. O atleta dedicou o prêmio à torcida corintiana e destacou sua mudança de comportamento, largando a bebida. Ele foi um dos artilheiros da competição junto com Henrique Dourado (Fluminense), com 18 gols cada.

"Me preparei bem. Consegui dar resposta dentro de campo. Nenhum momento pensei falar com palavras e sim com futebol", disse Jô, relembrando o período desacreditado no início do ano.

Vencedor do "Prêmio Telê Santana", do Bola de Prata, Fábio Carille declarou. "Eu saberia que o Corinthians seria um time organizado, mas não imaginava que teria esse rendimento". O time alvinegro terminou o torneio com 72 pontos, nove a mais que o segundo colocado -o título veio com três rodadas de antecedência.

A edição 48 do prêmio Bola de Prata teve como homenagem a seleção brasileira que disputou a Copa do Mundo de 1982. O time dos melhores deste Brasileiro ficou do seguinte modo: Vanderlei (Santos); Fagner (Corinthians), Balbuena (Corinthians), Geromel (Grêmio) e Carleto (Coritiba); Michel (Grêmio), Hernanes (São Paulo), Thiago Neves (Cruzeiro), Luan (Grêmio) e Dudu (Palmeiras); Jô (Corinthians).

OUTRAS PREMIAÇÕES

O venezuelano Rómulo Otero (Atlético-MG) ganhou o prêmio de gol mais bonito -ele anotou um golaço do meio do campo em jogo contra o Coritiba, no Independência, pela 36ª rodada.
Pelo futebol feminino, a argentina Sole Jaimes (Santos) recebeu o prêmio Bola de Prata pela artilharia do Campeonato Brasileiro.

Colunas

Contraponto