Banner Codevida

Com reencontros, Corinthians pega a Ponte Preta para se manter tranquilo na ponta

As duas equipes vivem momentos distintos, mas apostam em velhos conhecidos do adversário para atingirem os seus objetivos

Comentar
Compartilhar
08 JUL 2017Por Estadão Conteúdo17h30
Corinthians e Ponte Preta se enfrentam neste sábado, às 19 horasFoto: Agência Corinthians e PontePress

Reencontros e recordações movimentam a partida entre Corinthians e Ponte Preta, neste sábado, às 19 horas, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes vivem momentos distintos, mas apostam em velhos conhecidos do adversário para atingirem os seus objetivos. No total, entre os relacionados, são 10 atletas que viraram a casaca. Já estiveram em um dos times e agora defendem o outro.

O Corinthians, líder do Brasileirão com 29 pontos, conta com cinco ex-jogadores da Ponte Preta: Pablo, Maycon, Paulo Roberto, Fellipe Bastos e Clayson. O time de Campinas (SP) tem o mesmo número de ex-corintianos no elenco: Kadu, Léo Artur, Claudinho, Emerson Sheik e Lucca.

Da lista, quatro jogadores são titulares absolutos e presença garantida na partida. São eles Pablo, Maycon, Emerson Sheik e Lucca. Em relação a Sheik, existe a expectativa de como a torcida corintiana vai recebê-lo, já que ele foi um dos destaques da conquista da Copa Libertadores de 2012 e pela primeira vez enfrentará o ex-clube na nova arena.

A lista fica ainda maior quando se inclui nela os atletas que estão indisponíveis para a partida por causa de lesão. Os zagueiros Yago, da Ponte Preta, e Vilson, do Corinthians, também já atuaram pelo rival. Yago e o atacante titular Lucca, aliás, ainda têm contrato com o clube de Parque São Jorge.

O confronto será o primeiro das duas equipes após a decisão do Campeonato Paulista, vencida pelo Corinthians com sobras. Um dos destaques do time campineiro era Clayson, que hoje fica no banco de reservas do time do técnico Fábio Carille.

Se não perder para a Ponte Preta, o Corinthians confirmará mais uma rodada sem derrota e chegará à incrível marca de 26 jogos de invencibilidade. Assim, igualará o quarto maior período sem perder de sua história, que ocorreu na temporada de 2015.

Fábio Carille mantém a tática e a formação com que tem vencido um jogo atrás do outro. A única alteração em relação ao time já conhecido pelo torcedor é a entrada do lateral-direito Léo Príncipe na vaga de Fagner, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Embora o foco esteja na Ponte Preta, o clássico contra o Palmeiras, na próxima quarta-feira, já é assunto entre os corintianos. Apesar de ter quatro jogadores pendurados, Fábio Carille avisou que não poupará ninguém. "Se eu fizer isso, estarei desrespeitando a Ponte Preta e relaxando os meus jogadores", explicou. O volante Gabriel, o meia Rodriguinho e o centroavante Jô serão titulares e o meia Marquinhos Gabriel fica no banco de reservas.

Colunas

Contraponto