03h : 34min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Cássio e Romero voltam, e Carille repete time para encarar o Luverdense

O trabalho dos titulares, no tradicional treino de posicionamento sem adversário, durou mais de uma hora, com Carille apostando bastante nas jogadas de bola aérea ofensiva

Comentar
Compartilhar
08 MAR 2017Por Gazeta Press16h00
As únicas dúvidas no time eram o goleiro Cássio e o atacante RomeroFoto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O Corinthians repetirá pela primeira vez em 2017 uma equipe de um jogo para o outro. Após derrotar o Santos por 1 a 0 no último sábado, o técnico Fábio Carille aproveitou o bom momento e o intervalo de cinco dias entre o clássico e a partida contra o Luverdense, às 21h30 (de Brasília) da quinta-feira, na Arena Pantanal, duelo de ida da primeira fase da Copa do Brasil, para escalar os mesmos titulares que derrotaram os praianos no estádio de Itaquera.

As únicas dúvidas no time eram o goleiro Cássio e o atacante Romero, que reclamaram de dores na terça-feira e não haviam ido a campo. Nesta manhã, no CT Joaquim Grava, porém, a dupla trabalhou normalmente e compôs o time hoje considerado ideal pelo comandante. Sendo assim, o Alvinegro terá Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Jadson, Rodriguinho, Maycon e Romero; Jô.

O trabalho dos titulares, no tradicional treino de posicionamento sem adversário, durou mais de uma hora, com Carille apostando bastante nas jogadas de bola aérea ofensiva. Tanto faltas quanto escanteios foram incessantemente repetidos pelo treinador, que ensaiou até algumas opções diferentes das tradicionais. Na maioria das vezes, porém, foi Jadson o responsável pela batida na bola.

O meia vai para o seu segundo jogo como titular de forma consecutiva, buscando chegar ao seu melhor ritmo. Aberto pela direita, a ideia é que ele consiga boas triangulações com Rodriguinho e Fagner, jogadores mais próximos a ele no setor. Do outro lado, Romero tem a missão de achar lances semelhantes ao do gol contra o Peixe, quando acionou Guilherme Arana na linha de fundo e o garoto achou Jô livre dentro da grande área.

Alheios ao treinamento da equipe principal, os reservas se distribuíram em um coletivo de campo reduzido, com destaque para Mendoza e Pedrinho. O colombiano, mais uma vez escalado como principal nome do ataque, fez um belo gol em arrancada pela esquerda. O garoto, por sua vez, atuou com um colete amarelo, servindo sempre o time que tinha a bola, e deu ótimos passes aos companheiros.

Após o encerramento dessa atividade, Giovanni Augusto, Marlone, Fellipe Bastos e Marciel passaram cerca de meia hora treinando faltas, com a colaboração do goleiro Diego. O melhor aproveitamento foi o de Giovanni, mostrando qualidade até agora não aproveitada no clube. Fellipe Bastos, tido como um dos principais cobradores do elenco, só ficou à frente de Marciel, mostrando desempenho bastante parecido com o de Marlone.

Colunas

Contraponto