15h : 28min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Campeão da F1 defende Alonso por correr 500 milhas de Indianápolis

Para o ex-piloto, é natural que aqueles que já possuem histórico consagrado na Fórmula 1 desejem se aventuar e tentar conquistas em outras categorias

Comentar
Compartilhar
21 ABR 2017Por Gazeta Press18h30
Um dos grandes ex-pilotos da modalidade, entretanto, veio a público para defender o bicampeão mundialFoto: Divulgação/McLaren

A decisão de Fernando Alonso e da McLaren de colocar o piloto para correr as 500 milhas de Indianápolis, algo que irá forçar sua ausência no Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1, dividiu opiniões. Enquanto exista quem considerou a experiência benéfica para o espanhol, críticas também o atingiram pela opção de “abandonar” a mais célebre prova da principal categoria do automobilismo. Um dos grandes ex-pilotos da modalidade, entretanto, veio a público para defender o bicampeão mundial.

Trata-se de Mário Andretti, campeão da Fórmula 1 em 1978, e pai de Michael Andretti, dono da equipe na Fórmula Indy que Alonso representará nas 500 milhas. Em sua visão, Alonso tem vontade genuína tem buscar a vitória na prova.

“Incomoda-me que achem que é apenas um golpe de publicidade. É uma tentativa totalmente legítima e válida de um grande campeão como Fernando Alonso, tentando ganhar a segunda parte da Tríplice Coroa. Ele o nunca faria isso pela publicidade, nem para a Indy e nem para si mesmo, ele não precisa”, comentou Andretti.

Para o ex-piloto, é natural que aqueles que já possuem histórico consagrado na Fórmula 1 desejem se aventuar e tentar conquistas em outras categorias, como a Indy, que conta com uma prova famosa e respeitada como a das 500 milhas.

“Ele fará isso por ser um puro competidor e por seguir uma grande tradição de alguns dos melhores pilotos da Fórmula 1, tentando ganhar em Indianápolis. A mim, parece reconfortante que a Indy ainda tenha essa aura”, acrescentou.

Colunas

Contraponto