Promo DL

Bruno Alves fica perto de estreia e elogia parceiro de zaga Rodrigo Caio

O zagueiro foi mais uma vez usado por Dorival Júnior como titular em treino tático no CT da Barra Funda

Comentar
Compartilhar
07 SET 2017Por Folhapress19h07
Bruno Alves deve ser o companheiro de Rodrigo Caio na zagaFoto: Divulgação/SPFC

O São Paulo deve ter uma novidade na zaga para enfrentar a Ponte Preta, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19h deste sábado (9), no Morumbi. Duas semanas após ser contratado, Bruno Alves foi mais uma vez usado por Dorival Júnior como titular em treino tático no CT da Barra Funda e deve ser o companheiro de Rodrigo Caio, que já se apresentou após defender a seleção brasileira.

Bruno acredita que esse período em que Rodrigo passou sob o comando de Tite nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 pode ajudar o São Paulo a melhorar seu desempenho defensivo. "No treinamento dá para ver que é um excelente zagueiro, de nível de seleção. Todos conhecem o trabalho dele, que agora vem com mais experiência e até nos ensinando coisas sobre posicionamento", destacou o ex-defensor do Figueirense.

A chegada de Bruno Alves foi indicada por Dorival, que promoveu testes na defesa para escolher o substituto de Arboleda, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para o pupilo jogar, o técnico terá de preterir dois outros zagueiros: Aderllan, emprestado pelo Valencia até o fim de 2018 e que ainda não estreou, e o ídolo Diego Lugano, que também não foi utilizado pelo treinador que sucedeu Rogério Ceni.

"Todo mundo está preparado para ajudar o São Paulo nessa situação. Hoje eu treinei, mas também trabalhei com Aderllan, Lugano. São três opções muito boas e o Dorival tem até sexta para definir. Quem entrar dará o máximo, pois todos estão treinando bem e entrosados. Todos sabem da história do Lugano, mas todos estão preparados", disse.

Nesta quarta-feira (6), Dorival armou o time com Sidão, Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Petros; Marcos Guilherme, Gómez, Hernanes e Lucas Fernandes; Pratto. Já os reservas trabalharam com Lucas Perri, Buffarini, Lugano, Aderllan e Júnior Tavares; Shaylon; Denilson, Marcinho, Thomaz e Maicosuel; Gilberto. Os garotos Kal, Brenner e Paulinho Boia fizeram treino físico ao lado do campo onde os demais treinavam.

Colunas

Contraponto