21h : 06min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Atlético Nacional quer Chapecoense campeã e aguarda Conmebol

Após tomar ciência do trágico acidente aéreo que vitimou mais de 70 pessoas na viagem entre Santa Cruz de La Sierra e Medellín, a equipe fez o pedido à entidade

Comentar
Compartilhar
29 NOV 2016Por Gazeta Press15h04
Mais de 70 pessoas morreram no acidente aéreoFoto: Cr Wilson Pardo/Policiantioquia

O Atlético Nacional, time que seria o adversário da Chapecoense na final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, quer consagrar a equipe catarinense como campeã do torneio continental. Gilberto García, atleta do clube colombiano, afirmou que a decisão está nas mãos da Conmebol.

“Fizemos uma reflexão e tomaremos isso como um aviso de Deus para seguir melhorando pessoalmente, para amarmos mais uns aos outros. Vamos esperar a decisão da Conmebol, mas queremos que a Chapecoense seja declarada campeã da Copa Sul-Americana, mas vamos ver o que vai acontecer”, disse o lateral direito à WinSportsTV.

Após tomar ciência do trágico acidente aéreo que vitimou mais de 70 pessoas, entre elas jogadores, comissão técnica, jornalistas, convidados e tripulação, na viagem entre Santa Cruz de La Sierra e Medellín, a equipe fez o pedido à entidade. “A iniciativa é nossa, do mundo do futebol. Esperamos que a Conmebol decida isso, queremos dar todo o apoio aos familiares, estar próximos, dar um abraço de conforto”, finalizou o jogador, muito emocionado.

O clube também se solidarizou. Por meio de uma nota publicada no site oficial, o Atlético Nacional lamentou o acidente de avião, prestou condolências e ofereceu apoio a todos os atingidos. A equipe colombiana aproveitou também para seguir a declaração de seu jogador e soltar uma nota oficial com um pedido à Conmebol para que o título da Copa Sul-Americana de 2016 seja dado à Chapecoense como forma de homenagem às vítimas do acidente aéreo ocorrido na madrugada desta terça-feira.

“Diretores, corpo técnico, jogadores e toda a área administrativa do Atlético Nacional lamentam o ocorrido e pedem a Deus para que sua fortaleza divina acompanhe os familiares, amigos e conhecidos dos integrantes da equipe brasileira Chapecoense e dos jornalistas que os acompanhavam.

As palavras não dimensionam a dor desta perda, que sabemos que é imensamente esmagadora, e somente a oração ao dono da vida dará forças neste momento.

Nos solidarizamos com a família Chapecoense, acompanhamos nossos irmãos brasileiros nesta difícil situação e lhes estendemos um forte abraço”, diz a mensagem.

Através de seu perfil oficial do twitter, o clube colombiano convocou a torcida para comparecer ao estádio Atanásio Girardot nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), horário em que seria realizada a primeira partida da final da Copa Sul-Americana. Em gesto de homenagem às vítimas da tragédia, o Atlético pediu para que todos vistam trajes brancos e levem uma vela da mesma cor.

Em entrevista à Fox Sports, o diretor de comunicação do Atlético Nacional, Ramón Pinilla aproveitou para reiterar que a homenagem está confirmada. “Sim, efetivamente confirmado. Este é o momento do Atlético Nacional se juntar com todas estas pessoas para esta homenagem póstuma à Chapecoense e vamos deixar as portas do Estádio Atanasio Girardot abertas. Estamos convocando as pessoas para irem com velas, flores e roupas principalmente de cor branca para que nos acompanhem neste momento tão difícil para o futebol e triste a nível continental e mundial. Esta será nossa forma de oferecer nossa solidariedade, companhia e dor para lamentar este fato profundamente”, completou.

 

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar