06h : 13min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Atlético-MG vence e acaba com 100% do São Paulo no Morumbi

Agora, ambas as equipes se concentram para quarta-feira, às 21h45. O São Paulo visitará o Atlético-PR na Arena da Baixada

Comentar
Compartilhar
18 JUN 2017Por Gazeta Press18h12
O São Paulo acabou derrotado pelo Atlético-MG por 2 a 1Foto: Divulgação/SPFC

Os 22.704 torcedores que foram ao Morumbi viram um filme repetido na noite desse domingo. Assim como no Campeonato Brasileiro do ano passado, o São Paulo acabou derrotado pelo Atlético-MG por 2 a 1. Dessa vez o duelo foi válido pela oitava rodada do nacional por pontos corridos. Se Maicosuel e Pratto, algozes do Tricolor em 2016, hoje defendem o clube paulista, Cazares e Rafael Moura foram os responsáveis por acabar com os 100% de aproveitamento do time de Rogério Ceni em casa. Marcinho descontou, mas não evitou o revés, que se soma a uma sequência de empate com o Sport e derrota no clássico com o Corinthians.

Para o Galo, o triunfo teve gosto de alívio. Os mineiros tinham apenas uma vitória no Brasileirão até agora. Os primeiros três pontos fora de casa amenizam a pressão sobre o time afastam o clube da zona de rebaixamento. Agora, o alvinegro é 15º, com nove pontos, enquanto o tricolor estaciona nos 10 pontos, mas cai para a 13ª colocação na tabela de classificação.

De novo apostando na defesa postada com três zagueiros, a equipe de Rogério Ceni sofreu nos minutos iniciais para escapar de uma marcação alta dos atleticanos. Pressionados, Militão, Lucão e Maicon recorreram aos lançamentos longos para Júnior Tavares e Marcinho, os pontas do time, pelo menos cinco vezes nos minutos iniciais.

O Galo, apesar de três volantes em campo, percebeu rapidamente o posicionamento do Tricolor e foi inteligente na primeira oportunidade que teve. Cazares de posicionou entre as linhas de marcação do São Paulo, deixou o trio de zagueiros tricolor sem ter quem marcar, fuzilou Renan e abriu o placar.

Foi aí que mais uma vez apareceu o protagonismo de Lucas Pratto. Voluntarioso como sempre, o argentino conseguiu achar espaços na defesa do Galo e em três oportunidades em menos de cinco minutos chegou perto do gol de empate. O São Paulo inflamou e passou a pressionar.

Mas atrás as coisas continuavam inseguras. Pouco antes do intervalo, Rafael Moura teve o gol escancarado na sua frente depois de Militão perder a posse da bola próximo à área. Sorte do Tricolor que o He-man chutou mais o chão do que qualquer outra coisa.

Agora, ambas as equipes se concentram para quarta-feira, às 21h45. O São Paulo visitará o Atlético-PR na Arena da Baixada, em Curitiba, enquanto o Atlético-MG receberá o Sport Recife, no Independência, em Belo Horizonte.

Colunas

Contraponto