09h : 19min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Ascensão de Arana faz Corinthians rejeitar russos e pedir até R$ 73 milhões

A direção do clube está convicta sobre dois pontos: não irá permitir a saída do jogador antes de dezembro e tem o tempo a seu favor

Comentar
Compartilhar
14 JUL 2017Por Folhapress13h30
A cada nova partida convincente de Arana, que foi o melhor do clássico contra o Palmeiras na quarta-feira (12), o preço dele sobeFoto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Disposto a apresentar 15 milhões de euros (R$ 55 milhões) em proposta pelo lateral esquerdo Guilherme Arana, o CSKA Moscou (RUS) precisará de mais recursos se quiser fechar a contratação do jogador do Corinthians. A direção do clube está convicta sobre dois pontos: não irá permitir a saída do jogador antes de dezembro e tem o tempo a seu favor.

A cada nova partida convincente de Arana, que foi o melhor do clássico contra o Palmeiras na quarta-feira (12), o preço dele sobe. A cúpula do Corinthians já entende que pode reivindicar a interessados que a venda do jovem de 20 anos só será fechada por 20 milhões de euros (R$ 73 milhões). Até dez dias atrás, admitia que vender por 15 milhões de euros era uma ótima alternativa.

Neste momento, no entendimento dos dirigentes, o preço do jogador já não é mais esse e poderá subir, a médio prazo, com uma eventual chance na seleção de Tite. "É como uma bolsa de valores. Só está subindo, então não tem porque ter pressa", declarou uma pessoa próxima ao presidente Roberto de Andrade.

De acordo com representantes do clube russo que participam das negociações, o que desestimula o CSKA nesse momento não diz exatamente respeito à parte financeira, mas sim quanto à imposição do Corinthians em só liberar a partida de Arana no fim da temporada. O time de Moscou esperava investir para incorporar o jogador imediatamente.

Em paralelo a isso, o Bordeaux também segue com interesse em adquirir Arana em uma negociação em paralelo com o zagueiro Pablo. Os dirigentes do Corinthians confirmam a chance dessa negociação casada, mas exigem os mesmos termos: um patamar financeiro mais alto e a liberação só para o fim do ano.

Dentro do estafe de Guilherme Arana, também há entendimento de que o jogador pode conseguir uma transferência para equipes mais representativas da Europa. Ainda em período de prospecções, pessoas ligadas ao lateral abriram conversas com Bayern de Munique, Atlético de Madrid e Roma. Até aqui, no entanto, não houve nenhum sinal efetivo de interesse desses clubes.

Quarto jogador mais utilizado do ano no Corinthians, Guilherme Arana é o líder de assistências do elenco em 2017 e ainda marcou seu primeiro gol da temporada na visita com vitória ao Palmeiras. Suspenso, será substituído por Moisés, no sábado, na Arena em Itaquera.

Colunas

Contraponto