06h : 50min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Confiança do consumidor cai 1,1% de outubro para novembro, diz CNI

O indicador de expectativas sobre o desemprego diminuiu 0,8%, o de renda pessoal recuou 2,6% e o de situação financeira teve queda da 1,7% neste mês em relação a outubro

Comentar
Compartilhar
25 NOV 2016Por Agência Brasil19h30
O valor é 1,1% menor do que o de outubro e está 5,2% abaixo da média histórica, de 108,8 pontossFoto: Divulgação

Depois de quatro meses consecutivos de alta, o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) caiu para 103,2 pontos em novembro, informou hoje (25) a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O valor é 1,1% menor do que o de outubro e está 5,2% abaixo da média histórica, de 108,8 pontos.

Segundo a CNI, a queda na confiança dos brasileiros é resultado, especialmente, do aumento do pessimismo em relação à evolução dos preços. O índice de expectativa de inflação caiu 5,6% em novembro na comparação com outubro. Quanto menor os índices de expectativa, maior é o número de pessoas que esperam o aumento da inflação e do desemprego, a piora da renda pessoal e que percebem piora da situação financeira.

O indicador de expectativas sobre o desemprego diminuiu 0,8%, o de renda pessoal recuou 2,6% e o de situação financeira teve queda da 1,7% neste mês em relação a outubro.

Mesmo assim, os brasileiros estão mais propensos a fazer compras de maior valor, com a proximidade do pegamento do décimo terceiro salário. O indicador de expectativas de compra de bens de maior valor, como carros, móveis e eletrônicos, aumentou 2% em novembro no comparativo com outubro. Mas está 0,2% abaixo do registrado em novembro de 2015.

Esta edição do Inec, feita em parceria com o Ibope, ouviu 2.002 pessoas, entre os dias 10 a 14 de novembro.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar