Entrada da Cidade

Livros de memórias fazem vendas de biografias dispararem no país

Os livros de memórias lançados no ano passado fizeram o segmento crescer 23,4% em faturamento em relação a 2016, de acordo com dados da Nielsen Bookscan.

Comentar
Compartilhar
13 JAN 2018Por Folhapress17h19
Crescimento nas vendas é destaque no mercado nacional.

Um novo filão -antigo lá fora, mas com sucesso não tão comum no mercado brasileiro- fez o segmento de biografias dar um salto em 2017.

Os livros de memórias lançados no ano passado fizeram o segmento crescer 23,4% em faturamento em relação a 2016, de acordo com dados da Nielsen Bookscan, que faz pesquisas no mercado livreiro, levantados a pedido da reportagem. Em número de exemplares, a alta é de 8%.

É valor muito acima da média para o total do setor livreiro. Os números ainda não foram divulgados, mas a reportagem apurou que, embora o segmento dê sinais de estar saindo da crise, o faturamento terá crescido cerca de 6% no total em 2017.

As cinco biografias mais vendidas do ano foram livros de memórias -gênero muito mais comum no mercado anglo-saxão do que aqui, mas que, quando traduzido, não costumava ter o mesmo sucesso que os nacionais agora têm.

Colunas

Contraponto