11h : 09min

Assine o Diário e o Santista por R$8 por mês no plano atual

Festival de Jazz reúne artistas do Rio, São Paulo e Santos em apresentações gratuitas

O evento celebra o Dia Internacional do Jazz, comemorado em 30 de abril, e a Semana Municipal do Jazz, festejada entre os dias 24 a 30 de abril

Comentar
Compartilhar
10 ABR 2017Por Da Reportagem14h00
Algumas apresentações acontecem no Teatro Guarany, em SantosFoto: Matheus Tagé/DL

Entre os próximos dias 28 e 30, Santos entra no ritmo da cidade norte-americana de Nova Orleans, onde nasceu o jazz, com o Rio Santos Jazz Fest, evento que celebra o Dia Internacional do Jazz, comemorado em 30 de abril, e a Semana Municipal do Jazz, celebrada entre os dias 24 a 30 de abril, e instituída pela lei municipal nº 2.973, de 14 de março de 2014.

Toda a programação, que ocorre na Comedoria do Sesc-Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida), Teatro Guarany (Praça dos Andradas, 100, Centro Histórico) e na Praça Central do Praiamar Shopping (Rua Alexandre Martins, 80, Aparecida), é gratuita.

Unindo artistas do Rio de Janeiro, São Paulo e de Santos, o festival oferece show de Arismar do Espírito Santo Trio, com participação especial de Izzy Gordon, na abertura, que ocorre no dia 28, às 21h, no Sesc.

A Orquestra Brasileira de Violões e o Conjunto de Violões do Projeto Esculpir (10h), Jazz Walkers (11h), Jazz Big Band e Deborah Tarquínio (12), Michel Freidenson Trio (19h) e Victor Biglione Trio (21h) marcam presença no dia 29, no Praiamar.Já o Jazz Walkers (11h), Trio + Um (12h), Victor Bertrami Quarteto (18h) e Dolls and Dames – Alma Thomas & Indiana Nomma (20h) encerram a programação no dia 30, no Teatro Guarany. Veja mais no site.

Sobre a data

O Dia Internacional do Jazz é celebrado a 30 de abril, desde 2012. A data foi criada pela Unesco e anunciada pelo pianista Herbie Hancock, embaixador da entidade. A comemoração tem como objetivo lembrar a importância deste género musical e o sua contribuição na promoção de diferentes culturas e povos ao longo da história. O jazz está associado à luta pela liberdade e à abolição da escravatura.

Colunas

Contraponto