01h : 13min

Assine o Diário e o Santista por R$8 por mês no plano atual

Vendedor ambulante Guile morre após ser atropelado por caminhão

Acidente aconteceu às 15h30, na Avenida Nossa Senhora de Fátima, em Santos, próximo à Rodovia Anchieta

Comentar
Compartilhar
16 JUN 2017Por Da Reportagem18h45
Guile vendia doces na entrada da cidade e em portas de casas noturnasFoto: Matheus Tagé/DL

O vendedor de doces George de França Freitas, o Guile, de 49 anos, morreu ontem após ser atropelado por um caminhão na Avenida Nossa Senhora de Fátima, próximo a Rodovia Anchieta, em Santos. Guile estava de bicicleta e cruzava a via, na pista sentido São Vicente/Santos, quando foi atingido, por volta das 15h30.

Socorrido à Santa Casa de Santos com politraumatismo, o ambulante morreu no começo da noite de ontem.

O motorista do caminhão, Eliseu Domingues de Carvalho, de 53 anos, afirmou à Polícia Civil que não viu o ciclista na via e que só soube do acidente quando ouviu pessoas gritando e olhando para ele.

Carvalho permaneceu no local enquanto a vítima era socorrida e depois foi levado para a Central de Polícia Judiciária (CPJ). Ele foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar) e liberado.

À Reportagem, nas dependências da CPJ, ele afirmou que não daria declarações devido ao nervosismo.

Comoção

Guile era bastante conhecido na cidade por vender doces na entrada da cidade e em portas de casas noturnas. O acidente gerou comoção das redes sociais.

“Hoje perdemos não só um ícone de nossa Cidade, mas sim um grande exemplo de homem honesto e trabalhador. Descanse em paz, Guile”, escreveu o vereador Fabrício Cardoso Oliveira (PSB) em seu perfil no Facebook.

“O encontrei minutos antes com sua bicicletinha indo pra mais uma batalha do seu dia. Ainda me acenou com a mão, me cumprimentando! Que tristeza!”, escreveu Alyne Freitas, também no Facebook.

 

 

Colunas

Contraponto