Entrada da Cidade

Valor da Cesta Básica em 2017 cai em Guarujá

Pesquisas econômicas revelam que o custo médio dos produtos teve deflação de -15,75%

Comentar
Compartilhar
14 FEV 2018Por Da Reportagem17h34
Na comparação com as capitais brasileiras, Guarujá terminou o ano em 11º lugar entre as mais baratasFoto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Dois indicadores econômicos de Guarujá levantados por pesquisadores da UNAERP registraram queda de preços em 2017. Na pesquisa da Cesta Básica (CB UNAERP), composta por 28 itens entre Alimentação, Limpeza e Higiene, o ano de 2017 fechou em queda de -15,74%. No outro indicador, a Cesta Básica Nacional (CBN UNAERP), que compara os preços de Guarujá com as capitais brasileiras, a redução foi da ordem de -0,63% no período, colocando a cidade na 11ª posição entre as cidades mais baratas em 2017.

Os dados fazem parte das pesquisas de Cesta Básica e Cesta Básica Nacional, ambas mensuradas pela equipe do Núcleo de Pesquisas Fernando Eduardo Lee da UNAERP Guarujá, sob coordenação do Prof. Dr. Rubens Ulbanere.

Cesta Básica (CB UNAERP)

A pesquisa da Cesta Básica (CB UNAERP) registrou queda de -15,74% no ano de 2017, passando de R$ 683,37 em janeiro para R$ 575,79 em dezembro.  Segundo o relatório da pesquisa, os três grupos de produtos tiveram redução nos preços, sendo Higiene (–22,57%), Limpeza (–22,06%) e Alimentação (–14,43%). O macarrão (-64,92%) foi o item com maior redução de preços, enquanto que a água sanitária (54,96%) registrou a maior alta.

Outro dado da pesquisa CB UNAERP é a indicação dos preços nas duas regiões da cidade: a região central (que compreende centro/orla) e o distrito de Vicente de Carvalho. Durante o ano de 2017, os valores da CB em Vicente de Carvalho ficaram abaixo dos preços da CB de Guarujá, sendo que a maior variação percentual foi de 59,63%, em janeiro de 2017 e a menor foi em setembro, com 6,50%. Na média, a variação de preços entre as duas regiões foi de 21,48%.

A pesquisa CB UNAERP também compara os preços praticados no município de Guarujá (média) com os números aferidos na capital São Paulo. Exceto em janeiro e fevereiro de 2017, nos demais meses Guarujá teve cesta básica mais barata que a capital paulistana, com destaque para o mês de outubro, com variação de –13,34%. Na média, a CB da capital São Paulo registrou o valor de R$ 661,55 e a CB UNAERP R$ 614,72, uma diferença negativa de –7,08%, representando uma economia de R$ 46,83.

Cesta Básica Nacional

Neste outro estudo, aplicado pelo Núcleo de Pesquisas Fernando Eduardo Lee, são medidos os preços de 13 (treze) produtos especificados pelo DIEESE (principais do consumo do brasileiro), e os dados são comparados entre as capitais brasileiras. Em 2017, a média das capitais brasileiras que fazem parte da pesquisa resultou em uma deflação de -7,44%, representando uma redução de custo de R$ 29,44 no período.

Os dados coletados em Guarujá indicaram que a cesta básica teve pequena redução, da ordem de -0,63% no período, passando de R$ 363,23 em janeiro para R$ 360,93 em dezembro. Ainda sim, o índice CBN UNAERP ficou na 11ª posição entre as capitais mais baratas do País.

E dos trezes produtos que compõem a CBN de Guarujá, nove apresentaram redução nos preços, com as maiores quedas no feijão (-38,89%), farinha de trigo (-38,17%) e pão francês (-23,87%). Já a carne (35,36%), o tomate (17,48%) e a manteiga (11,94%) foram os itens que mais tiveram aumento de preço.

Colunas

Contraponto