Unidades prisionais da região recebem 13 novos veículos para transporte de presos

Ao todo, foram investidos R$ 35,6 milhões; veículos serão distribuídos para todo o estado de São Paulo

Comentar
Compartilhar
21 FEV 2018Por Da Reportagem08h40
A frota será distribuida entre as unidades da Baixada SantistaFoto: Eric Moura/SAP

A Baixada Santista recebeu da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) 13 novas viaturas, sendo 3 ambulâncias, para transporte de presos, nesta segunda-feira (19). A frota será distribuida entre as unidades masculinas e femininas de Praia Grande, São Vicente e Mongaguá.

Em todo Estado, serão disponibilizados carros para transporte de 6, 16 e 20 presos e ônibus para 44 presos, além de ambulâncias e caminhões de carga.

Foram investidos mais de R$ 35 milhões, sendo que R$ 30 milhões foram recursos do Governo Federal via Ministério da Justiça e Segurança Pública e R$ 5,6 milhões, do Tesouro Estadual.

Estes recursos se somam aos mais de R$ 67 milhões que vêm sendo investidos desde 2011 na renovação e ampliação da frota das 168 unidades prisionais.

Investimento

O quadro de funcionários também foi ampliado – foram nomeados, entre 2011 e 2017, mais de 7 mil agentes, sendo 5.039 agentes de segurança penitenciária (ASP) e 2.031 agentes de escola e vigilância penitenciária (AEVPs). Dos nomeados no ano passado, 845 estão em formação na Escola de Administração Penitenciária e irão em breve assumir seus postos nos presídios do estado. Outros 2.627 serão nomeados após a finalização dos concursos de ASPs e AEVPS que estão em andamento.

Unidades beneficiadas na região

- Penitenciária 1 de São Vicente
- Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande
- Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente
- Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Mongaguá
- Penitenciária Feminina de São Vicente (a inaugurar)

Colunas

Contraponto