Banner Sabesp

Unidades de ensino devem ser entregues em 2018 em Santos

Pelo menos é o que diz a Prefeitura ao ser questionada em relação ao andamento de quatro obras que sofreram atrasos em seus prazos de entrega

Comentar
Compartilhar
26 DEZ 2017Por Vanessa Pimentel11h01
A UME Marapé, segundo a Administração, será a primeira a ser finalizada com previsão de ser entregue já em janeiroFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Quatro obras voltadas à área de educação em Santos devem ser entregues no ano que vem. Pelo menos é o que diz a Prefeitura ao ser questionada em relação ao andamento e atraso nos prazos de entrega destas obras. São elas: UME Marapé, UME Vila São Jorge, Parque Tecnológico de Santos e o Centro Cultural da Vila Nova.

A UME Marapé, segundo a Administração, será a primeira a ser finalizada com previsão de ser entregue já em janeiro. A obra, que está atrasada há mais de dois anos, ganhou novo prazo após a retomada dos serviços em 2016. De acordo com a prefeitura a obra sofreu paralisação para readequação de projetos de elétrica.

A construção chegou a ter três aditamentos e sofreu um acréscimo de R$ 111.537,79 no valor orçado. Quando inaugurar, o local deve atender cerca de 147 crianças.

Em relação à obra da UME Vila São Jorge, o prazo de entrega foi estendido duas vezes: de julho do ano passado para fevereiro de 2017 e agora para março de 2018.

A prefeitura explicou que o prazo de entrega inicial se referia ao contrato com a empresa Eplan, que foi rescindido. A obra foi retomada por meio do Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigatórias e Compensatórias firmado com a empresa Ultracargo.

Quando pronta, a unidade municipal de ensino deverá atender 165 crianças de até 4 anos de idade e terá 857 metros quadrados.

Já em visita, na semana passada, no local que abrigará o Parque Tecnológico de Santos, foi possível perceber que não havia operários trabalhando e a obra estava paralisada. O prazo inicial de conclusão era outubro de 2015.

Questionada, a prefeitura confirmou a paralisação devido ao processo de distrato com a empreiteira. Após a conclusão do processo burocrático, afirma que a obra será retomada por meio de acordo de Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigatórias e Compensatórias com a Ecoporto Santos, empresa do setor portuário.

Já o Centro Cultural e Esportivo da Vila Nova, na Praça Rui Ribeiro Couto, previsto inicialmente para ficar pronto no segundo semestre de 2015, tem previsão de ser entregue na próxima semana.

A Administração informou que a empreiteira terminou os serviços e a fiscalização da PMS verificou todos os itens em um checklist, como de praxe. Agora, a construtora está atendendo as pendências da lista de verificação para entregar de vez a obra.  

O centro tem como objetivo integrar o projeto de revitalização no entorno do Mercado Municipal. Com projeto da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, o prédio terá área total construída de aproximadamente 1.600 m² e quatro pavimentos (térreo e mais três andares). No térreo ficará a sede da sociedade de melhoramentos, haverá praça com playground e academia ao ar livre, além de salas de administração e de reuniões, depósito e sanitários acessíveis.

O primeiro andar terá área para exposições e eventos, copa, terraço e mais sanitários. No segundo, salas de acolhimento e de vivência, espaço cultural, auditório com 108 lugares e sanitários.

Já o terceiro, mini quadra poliesportiva, arquibancadas, sanitários e vestiários. Todos os andares contarão com hall de acesso, escada e elevador.

Colunas

Contraponto