Promo DL

Túnel e VLT na Área Continental: as promessas que não saíram do papel na região

Embora tenha saído do papel, o Veículo Leve sobre Trilhos começou a operar mais de dez anos após o anúncio inicial

Comentar
Compartilhar
14 NOV 2017Por Rafaella Martinez13h17
VLT ainda não trafega entre a Área Continental de São Vicente e no Porto de SantosFoto: Rodrigo Montaldi/DL

A ponte que virou túnel e que não virou nada

A construção de uma ligação seca entre Santos e Guarujá é uma das mais antigas ‘lendas urbanas’ da Baixada Santista. O assunto, que se arrasta por anos, já teve inúmeros episódios, incluindo a cerimônia de inauguração da maquete de uma ponte estaiada pelas mãos do então governador José Serra em 2010.

Em 2011, o Governo do Estado, nas mãos de Geraldo Alckmin, bateu o martelo na construção de um túnel de 900 metros unindo Outeirinhos (Santos) a Vicente de Carvalho (Guarujá), por onde deveriam passar pedestres, bicicletas, motocicletas, carros, ônibus e até mesmo o VLT. O Diário do Litoral denunciou que a obra teria o metro linear mais caro do planeta.

O desfecho dessa novela ainda está longe: durante visita à Baixada Santista no ano passado, Alckmin disse que, sem recurso suficiente para tocar a obra do túnel submerso, que teve a licitação suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) em janeiro de 2015, aguardava a política econômica do ‘novo governo’ para pleitear mais recursos. Até o momento, nada aconteceu.

VLT na Área Continental de SV e no Porto de Santos em 2003

A notícia estampou a edição do Diário do dia 7 de maio de 2001: o então secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Claudio de Senna Frederico, estimava que em 2003 começaria a circular entre Santos e a Área Continental de São Vicente. Um mês depois, a informação era que o VLT deveria passar também pelo Porto. A reportagem destaca que o projeto estava pronto desde 1999 e, quando implantado, iria baratear em cerca de 50% o transporte intermunicipal da Baixada.

Embora tenha saído do papel, o VLT começou a operar mais de dez anos após o anúncio inicial. O trajeto foi alterado e até o momento o veículo ainda não trafega entre a Área Continental de São Vicente e no Porto de Santos.

Erradicação dos cortiços

Entre 2000 e 2004, foram diversas manchetes estampando o mesmo tema: a eliminação dos cortiços do Centro Histórico de Santos. Passados mais de dez anos, ainda existem 221 cortiços no Centro. Em cada uma dessas residências chegam a morar até 40 famílias.

Túnel Zona Leste e Zona Noroeste de Santos

‘Edital é lançado e obras do túnel começam no próximo ano’. A manchete que estampou a capa do Diário do Litoral no dia 5 de abril de 2005 afirmava que um túnel de 1.350 metros de extensão ligaria o bairro do Marapé, em Santos, à Vila São Jorge, em São Vicente já a partir de 2003.

Dez anos depois, a promessa da construção do túnel era uma das metas do plano de governo do atual prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa. A obra chegou a ser selecionada para receber verba do governo federal dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) - Pacto da Mobilidade Urbana, em 2014, mas por conta das crises políticas e financeiras ainda não saiu do papel.

Colunas

Contraponto