Entrada da Cidade

Suassuna e Monteiro Lobato na passarela do samba santista

Abrindo o grupo especial, a Real Mocidade Santista entra na passarela do samba com o enredo ‘Leão, da África à nossa realeza – símbolo de força, raça e nobreza’

Comentar
Compartilhar
11 DEZ 2017Por Rafaella Martinez10h50
O Carnaval 2018 de Santos promete uma viagem pelo mundo e pelas lendas do povoFoto: Divulgação

De Suassuna a Monteiro Lobato, passando pelas lendas do sol e da África: o Carnaval 2018 de Santos promete uma viagem pelo mundo e pelas lendas do povo.

Abrindo o grupo especial, a Real Mocidade Santista entra na passarela do samba com o enredo ‘Leão, da África à nossa realeza – símbolo de força, raça e nobreza’. A composição de Fernando Negrão, Gustavo Santos, Ademarzinho do Cavaco e Rodrigo Correia exalta a mãe África, berço da humanidade e o maracatu.

A União Imperial leva para a avenida a história da batucada santista desde os tambores dos escravos até a criação da verde-rosa do Marapé com o enredo ‘Niczy, samba calunga – a saga do meu batuque’.

‘Canta Brasil – as canções que você fez para mim’ é o enredo da campeoníssima Brasil. O samba-enredo que a Sangue Jovem levará para Avenida no Carnaval de Santos em 2018 é “Em Vida de Viajante: A Bravura Cabra da Peste na São Paulo de ‘Nóis Tudim'”.

Cultuada no Brasil como santa e heroína, considerada uma das mais importantes figuras femininas da história negra, a vida da escrava Anastácia é tema da Mocidade Amazonense com ‘Anastácia, a princesa dos olhos da cor do céu’,

A Vila Mathias entra na passarela do samba com o enredo ‘A Vila canta o despertar de um povo’. ‘O bem-me-quer, mal-me-quer dos grandes amores’ é o samba da Unidos dos Morros e a X-9 entra na passarela ao som de ‘Armonial, a nobreza da arte nordestina no reino do Carnaval’, em homenagem a Suassuna.

No grupo de acesso, o clássico de Monteiro Lobato entra na Passarela Dráusio da Cruz ao lado da escola Mãos Entrelaçadas, com o enredo ‘Pirlimpimpim – em Santos, o Sítio resolveu morar, Monteiro Lobato, em sua obra vamos viajar’. ‘Naiá, a estrela das águas’ é o enredo da Bandeirantes do Saboó e ‘Sansa Kroma – a luz da raça, resistência e cultura’ desfila com a Mocidade Dependente do Samba.

O astro rei é o destaque da Padre Paulo, que entrará na avenida com ‘Misteriosa luz que fascina a humanidade – reluz o sol na mocidade’.

Grupo 1

No Grupo 1, a Unidos da Baixada entoa ‘Abre-alas, o circo chegou’ e a Imperatriz Alvinegra canta ‘O tom da minha vida, o tom do meu país – ‘Tom’ maior, emoção na imperatriz’.

Terceira a desfilar pelo Grupo 1 do Carnaval de Santos na sexta-feira, 2 de fevereiro, a escola de samba Império da Vila levará para Avenida o enredo “Meu Império no Palácio dos Deuses”, de autoria de Paulinho Chiclete, Makumba, Alexandre Andrade e Carmen Fernandez.

‘Os reis do sertão’ é o enredo da Dragões da Castelo e as Quatro Estações o samba da ‘Unidos da Zona Noroeste’.

Definição

Com o Carnaval 2018 batendo a porta, a Prefeitura de Santos ainda não definiu o valor do repasse para as escolas de samba da cidade. Mais uma vez a cidade de Santos antecipará a data, como acontece desde 2016: o Carnaval santista acontece nos dias 2 e 3 de fevereiro.

Colunas

Contraponto