Entrada da Cidade

Squassoni indica e governo entrega ambulância do SAMU para cidades da região

Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Cubatão e São Sebastião receberam os veículos em cerimônia na última sexta-feira (2), em Sorocaba

Comentar
Compartilhar
05 MAR 2018Por Da Reportagem17h01
Cada ambulância está orçada em R$ 176,2 mil, totalizando investimento da ordem de R$ 1 milhãoFoto: Divulgação

Por indicação do deputado federal Marcelo Squassoni (PRB-SP), seis cidades do Litoral Paulista acabam de receber ambulâncias para atender ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os veículos foram entregues pelo Presidente da República, Michel Temer, e pelo Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em cerimônia ocorrida na última sexta-feira (2), em Sorocaba, que contou com a presença de Squassoni e do secretário de Saúde de Guarujá, Humberto Sande. Cada ambulância está orçada em R$ 176,2 mil, totalizando investimento da ordem de R$ 1 milhão.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, atendeu ao pleito apresentado por Squassoni e contemplou as cidades de Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Cubatão e São Sebastião, que integram a lista dos 38 municípios paulistas que receberam a ambulância do Governo Federal na ocasião.

Presente à cerimônia de entrega, o secretário de Saúde de Guarujá, Humberto Sande, agradeceu a Squassoni e destacou a atuação do parlamentar na região. "Mais uma vez, o deputado Marcelo Squassoni é muito atuante na Baixada Santista, nos contemplando com as ambulâncias. A sua performance é fundamental para o crescimento da nossa região", frisou o secretário.

O termo de doação das ambulâncias será publicado no Diário Oficial da União, discriminando os municípios contemplados e o prazo que os gestores terão para buscar os veículos. "Temos reforçado que saúde é a nossa prioridade. Para suprir as necessidades da rede pública de saúde dos nossos municípios, é imprescindível que cada cidade tenha veículos de ambulância em bom estado e em número suficiente para atender a população. Vamos lutar para que os outros municípios indicados também sejam contemplados", destacou Squassoni.

Colunas

Contraponto