Débitos prefeituras

Santos tem 1,6 mil unidades habitacionais viabilizadas

É o maior projeto habitacional na história do município, conforme frisou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2018Por Gilmar Alves Jr.21h03
Edgar Santos, a esposa Camilla Martins e a filha do casal, Bruna Martins, foram os primeiros a pegar as chaves em entrega de 40 unidades no Jardim São ManoelFoto: Rodrigo Montaldi/DL

“Um marco histórico para a cidade de Santos”. Assim definiu o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) a viabilização de 1,6 mil unidades pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU). Cerca de 5,3 mil pessoas serão contempladas.

É o maior projeto habitacional na história do município, conforme frisou Barbosa hoje (14) no Salão Nobre da Prefeitura de Santos.

Quatro novos empreendimentos, com 716 moradias, já estão autorizados. São eles Caruara (132 unidades), primeiro conjunto habitacional para famílias moradores da área de risco na Área Continental de Santos, Vila Mathias (144 unidades), com atendimento das famílias cadastradas pelo Conselho Municipal da Habitação, Caneleira – Bananal (140 unidades), para moradores de área de risco socioambiental e Jabaquara (300 unidades), também para pessoas em área de risco.

Nestes empreendimentos, 2,5 mil pessoas serão beneficiadas.

Estradão

O governador Márcio França (PSB) autorizou para a CDHU o repasse de recursos financeiros no valor de R$ 19,6 milhões para Santos com o objetivo de desapropriar o terreno “Estradão”, propriedade da Caixa Econômica Federal, para a construção de aproximadamente 800 unidades.

As moradias serão destinadas a famílias de áreas de risco socioambiental e beneficiarão cerca de 2,8 mil pessoas.

Jardim São Manoel

Foram entregues 40 apartamentos na tarde de hoje na Rua Doutor João Carlos de Azevedo, no ­Jardim São Manoel. Outras 120 unidades ainda serão entregues no ­conjunto.

Os primeiros a pegarem as chaves foram Edgar Cristiano ­Martins Santos, de 22 anos, e a esposa, a auxiliar de serviços gerais Camilla ­Martins, de 24, e a filha Bruna Maria dos Santos Campos Martins, de 7, que moravam em uma casa de palafitas no ­bairro.

“É o dia mais feliz da minha vida”, disse Camilla à Reportagem. Edgar também comemorava o momento e diz que agora a filha vai poder brincar sem perigo de se cortar ou cair nas ­palafitas.

Santos terá 4ª unidade do Bom Prato

O governo estadual autorizou a implantação da quarta unidade do Bom Prato em Santos, que funcionará na Rua Brigadeiro Faria Lima, s/nº, na região do Dique da Vila Gilda, ao lado do Arte no Dique, no Jardim Rádio Clube.

De acordo com o governo paulista, a unidade servirá o total de 950 refeições diárias, sendo 800 almoços por R$ 1,00 e 150 cafés da manhã por R$ 0,50.

A Baixada Santista conta com três restaurantes em Santos, dois em São Vicente e um em Guarujá. Cubatão também terá uma unidade.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento, diz que é prioridade do governo garantir a segurança alimentar da ­população.

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Começou a copa
Acompanhe aqui

Colunas

Contraponto