Entrada da Cidade

Primeiros dias de contagem registram mais de 5.300 veículos pela Mallet, em PG

trabalho teve início no dia 21 de fevereiro e seguirá até o domingo (4). Na sequência, ação semelhante será realizada na Avenida Doutor Roberto de Almeida Vinhas

Comentar
Compartilhar
27 FEV 2018Por Da Reportagem20h18
A contagem está sendo realizada por agentes de trânsitoFoto: Reprodução/Google Maps

A Secretaria de Trânsito de Praia Grande (Setran) segue realizando no Bairro Canto do Forte uma contagem volumétrica de veículos, para futuras ações de melhorias viárias na Cidade. Nos primeiros cinco dias de ação, mais de 5.300 passagens de veículos foram contabilizadas em uma hora, durante horário de pico na via. O trabalho teve início no dia 21 de fevereiro e seguirá até o domingo (4). Na sequência, ação semelhante será realizada na Avenida Doutor Roberto de Almeida Vinhas, na altura do Viaduto Roberto Andraus (VD 6) da Via Expressa Sul.

A contagem está sendo realizada por agentes de trânsito que com a ajuda de aparelho específico realiza o levantamento, sob coordenação da Seção de Educação de Trânsito da Setran. Atualmente, o trabalho acontece no cruzamento das Avenidas Marechal Mallet e Paris, no Bairro Canto do Forte, e visa verificar a capacidade da via, as características dos utilizadores do sistema viário do local e o impacto de possíveis mudanças estruturais futuras.

No trecho está sendo contabilizado o volume de veículos que efetuam o retorno, de pedestres na travessia e de ciclistas trafegando pela ciclovia do local, no período entre as 17 e 18 horas. Entre os dias 21 e 25 de fevereiro a ação seguirá acontecendo no sentido Fortaleza/Rotatória. Já entre os dias 28 de fevereiro e 4 de março a contagem acontece no sentido oposto, Rotatória/Fortaleza.

Na quarta-feira (21), primeiro dia da ação, durante uma hora, foram contabilizados 1.220 veículos na via, 182 utilizando o retorno, 51 pedestres e 171 ciclistas. Na quinta-feira (22), 1.254 veículos, 216 retornando, 81 pedestres e 193 ciclistas. Sexta-feira (23) 1.104 veículos passaram pela avenida no período de 1 hora. No final de semana, a quantidade mostrou uma pequena queda. No sábado (24), 931 veículos foram registrados na via, 129 utilizando o retorno, 20 pedestres e 75 ciclistas. Já no domingo (25), 834 veículos passaram pela avenida, 77 utilizaram o retorno, 12 pedestres e 36 ciclistas.

A diretora da Seção de Educação de Trânsito, Elaine Fornazieri, explicou que este trabalho é essencial também para a redução de acidentes de trânsito. “A Cidade tem mostrado, ano após ano, queda nesses números e isso é resultado de um trabalho realizado com planejamento, baseado em dados efetivos, que ajudam a direcionar as ações onde são mais necessárias, evitando incidentes e, principalmente, mortes no trânsito”.

Semáforos

A mesma contagem volumétrica de veículos acontecerá nos principais cruzamentos com semáforos da Cidade. A intenção do estudo é reformular o sistema semafórico, atendendo de forma adequada cruzamentos, em especial no horário de pico de tráfego de veículos. O sistema pode ser controlado manualmente, com tempo de verde sincronizado. Ainda que atualmente funcione com período padrão, que prioriza as vias mais movimentadas, evitando congestionamentos, esse tempo é alterado uma vez que é notado grande fluxo de veículos, possíveis acidentes, entre outros.

A diretora da Divisão de Planejamento e Engenharia de Tráfego, Michele Rezende Mesquita, explicou que o setor sempre se preocupa com a questão, buscando oferecer um serviço de qualidade a todos.

“Além do cuidado que temos com a sincronia do período de verde, ainda somos atentos às normas de segurança, providenciando o aterramento da fiação para garantir que não haja sobrecargas e riscos de choques. Além disso, em 2015 iniciamos a troca das lâmpadas incandescentes dos semáforos por modelos em LED, que possui melhor iluminação, mesmo no período diurno”, concluiu.

 

Colunas

Contraponto