06h : 49min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Presidente da Fecomerciários destaca expectativas do setor

Em visita ao Diário do Litoral, Luiz Carlos Motta abordou valorização da categoria e luta por direitos

Comentar
Compartilhar
26 NOV 2016Por Daniela Origuela10h30
Luiz Carlos Motta esteve na redação do Diário do Litoral e abordou os projetos desenvolvidos pela Fecomerciários e as expectativas da categoria para o próximo anoFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Valorização da categoria. Essa é uma das metas da Federação dos Comerciários de São Paulo (Fecomerciários). Em visita ao Diário do Litoral ontem (25), o presidente da entidade, Luiz Carlos Motta, destacou a luta por direitos e o aquecimento do setor neste final de ano. Ele foi homenageado na noite desta sexta-feira, na Câmara de Santos, com o título de Cidadão Santista. A honraria foi proposta pelo vereador Douglas Gonçalves (DEM).

“Nosso maior projeto é valorizar cada vez mais a categoria. O projeto para o final do ano e começo de ano é estar atento aos nossos direitos. No Congresso Nacional tramitam alguns projetos que prejudicam os trabalhadores. Tivemos uma reunião ontem dos comerciários do Brasil, filiados à UGT, onde discutimos muitos problemas da nossa categoria, mas principalmente a vigilância nesses projetos que nos preocupa muito que é a questão da previdência, da terceirização e do negociado sobre o legislado”, destacou Motta.

O presidente da Fecomerciários disse que, embora o setor não tenha registrado alta nas demissões, em 2016, a expectativa é de melhora entre o final deste ano e o início de 2017. “Não sentimos tanto o desemprego porque a rotatividade na categoria é muito grande. Tem alguns setores do comércio que sofreu mais, como as concessionárias, por exemplo, mas, no geral, não sentimos tanto. Fecha-se algumas lojas, há alguns funcionários demitidos, mas também abre-se outras lojas e se tem admissões­”.

Motta também destacou as vendas da Black Friday deste ano, realizada ontem, cuja expectativa de movimentação é positiva com relação a 2015. “A promoção de hoje foi um sucesso, até além das expectativas. Esperamos que a parte patronal tenha a sensibilidade de dividir isso com os trabalhadores”.

Segundo o presidente da Fecomerciários, a categoria deve ficar mais atentas ao movimento sindical. “Falamos muito aos trabalhadores para valorizar cada vez mais as entidades que os representam, porque se não fosse essas entidades já teríamos perdido alguns direitos conquistados duramente ao longo desses anos. Muitas vezes o trabalhador não está informado dos benefícios que o sindicato tem para ele, como também quais são os projetos que podem prejudicar no seu futuro”, ressaltou.

Homenagem

Na noite de ontem, Motta foi homenageado na Câmara Municipal com o título de Cidadão Santista. A honraria foi proposta pelo vereador Douglas Gonçalves (DEM). A Fecomerciários congrega 70 sindicatos do Estado de São Paulo – dois que atendem a Baixada Santista - e 2,7 milhões de trabalhadores. Entre os projetos em destaque da entidade está a cooperativa habitacional voltada à categoria.

“Quando a gente recebe uma homenagem como essa a gente fica feliz, pois sabe que é o reconhecimento do trabalho que a temos desenvolvido nos últimos anos. Nas últimas convenções temos conseguido aumento real, que é dinheiro no bolso do trabalhador. Temos vários projetos de interesse sociais que sai um pouco da esfera sindical e trabalhista, que são projetos de curso de qualificação, creches em parceria com algumas prefeituras e também a cooperativa habitacional”, ressaltou Motta.

“O crescimento do comércio está atrelado ao crescimento que representa hoje a Fecomerciários no estado de são Paulo. São mais de dois milhões de comerciários. Quando falamos em comerciários penso muito na economia. Ela só vai crescer se tiver uma qualificação profissional e tiver o suporte de um sindicato que esteja à frente do seu tempo podendo oferecer sempre o melhor não só à categoria, mas, também, para o seu público consumidor”, destacou o vereador Douglas Gonçalves, autor da propositura que concedeu a homenagem ao sindicalista.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar