15h : 36min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Prefeito Luiz Maurício analisa 180 dias de governo

Ele destaca a redução das despesas, a negociação e o pagamento de parte da dívida do município e a organização administrativa

Comentar
Compartilhar
07 JUL 2017Por Bruno Gutierrez10h00
Luiz Maurício deve lançar, no segundo semestre, um programa de capacitação para que empresas de Peruíbe estejam aptas a participar de procedimentos licitatóriosFoto: Rodrigo Montaldi/DL

A redução das despesas, a negociação e pagamento de parte da dívida e a organização administrativa foi o tripé destacado pelo prefeito Luiz Maurício (PSDB) nos 180 primeiros dias de governo em Peruíbe.

O chefe do Executivo realizou um balanço da gestão e a previsão para o restante do ano.

“Destaco a redução das despesas e a organização administrativa na questão de realização de licitações em serviços que a gente não tinha contratado. Por exemplo, a questão de tapa buraco das vias. Começou hoje o serviço e não havia licitação vigente. A questão da iluminação da cidade. Não havia contratação de empresa alguma para realizar a manutenção da iluminação pública e fizemos essa contratação. Devemos estar começando na semana que vem o serviço. Além da própria reforma da maternidade, que é um anseio da população. A maternidade está há mais de dois anos fechada, e nós conseguimos finalizar no último dia 30 a licitação, e esse mês ainda começa a ­reforma”.

Luiz Maurício destacou que os primeiros meses foram de muito trabalho, principalmente no controle de despesas, mas que, agora, a Administração começou a colher os frutos.

Com a negociação e diminuição da dívida, o município voltou a ter condições de receber repassses do governo do Estado e da União.

“Peruíbe, há há praticamente um ano, não vinha recebendo recursos por estar no cadastro de inadimplentes. Estávamos com restrições junto ao Cadin, junto ao órgão federal também, e conseguimos resolver isso. Essa solução se deu entre os meses de abril e maio, e a partir daí passamos a estar liberados para assinatura de novos convênios e recebimento de novos valores. O município precisa. A capacidade de investimento nossa é limitada, principalmente, em razão das dívidas que foram herdadas. Isso dá um potencial a mais de investimento. Estamos fazendo uma gestão política para que aumentem ainda mais esses repasses”.

A geração de empregos também tem sido uma bandeira defendida pelo prefeito. No início do ano foi criada a Secretaria da Indústria, Comércio e Empregos para tratar da questão. Via parceria com o governo do Estado de São Paulo, a Prefeitura tem realizado cursos de capacitação para profissões como pedreiro, pintor, ajudante de cozinha e assistente administrativo.

Outra ideia do chefe do Executivo é a capacitação de empresas da cidade para que possam participar de licitações.

“Estamos lançando, para esse segundo semestre, a capacitação das empresas do município para participar de procedimentos licitatórios, copiando até mesmo um programa de Santos que era o Licita Santos. Muitos produtos comprados e serviços adquiridos pela Prefeitura podem ser oferecidos pelas empresas do município, mas elas precisam estar capacitadas, documentadas para tanto”.

Ainda sobre o emprego, o prefeito citou a retomada de obras paradas como um impulso para o trabalho em Peruíbe.

“Nós tínhamos mais de 20 obras paradas no município, e com a regularização do município nos órgãos de restrição do Governo Federal e do Governo do Estado, o município voltou a receber os recursos e retomou essas obras. As empresas voltam a trabalhar e volta a contratar pessoas para trabalhar aqui na cidade”.
Para o restante do ano, a preocupação da Administração será cuidar da cidade, garante Luiz Maurício.

“Passamos a ter condições, hoje, de atender a população de forma mais efetiva. De oferecer os serviços públicos que a população espera para que tenha uma qualidade de vida melhor, principalmente a população mais necessitada, e a gente possa realmente oferecer uma cidade melhor para se viver. Uma cidade mais iluminada, mais segura, mais bem cuidada, através de programas que estão lançados a partir deste mês, que vai, efetivamente, cuidar da cidade”.

Colunas

Contraponto