Entrada da Cidade

Novembro Azul: Médico alerta sobre importância dos exames

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em pesquisa realizada em 2017, 51% dos homens nunca consultaram um ­urologista

Comentar
Compartilhar
10 NOV 2018Por Caroline Souza08h40
Dr. Fábio Atz Guino é chefe do setor de Urologia do Hospital Ana Costa e proprietário do ATZ Hospital Day, em SantosFoto: Rodrigo Montaldi/Arquivo DL

O câncer de próstata é a segunda principal causa de óbitos entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. O Brasil registrou cerca de 68 mil casos da doença somente este ano, conforme o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Por outro lado, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em pesquisa realizada em 2017, 51% dos homens nunca consultaram um ­urologista.

A doença é o principal tema da campanha ‘Novembro Azul’. As ações buscam conscientizar e prevenir esta e outras doenças masculinas.

Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco ou 50 anos sem estes fatores devem procurar o urologista anualmente.

“As pessoas com histórico familiar de câncer de próstata, que sofrem com obesidade ou negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer e, portanto fazem parte do grupo de risco. Mas, a partir dos 50 anos, todos os homens devem procurar um urologista”, afirma o Dr. Fábio Atz Guino, chefe do setor de Urologia do Hospital Ana Costa e proprietário do ATZ Hospital Day, em Santos.

Segundo o médico, na fase inicial o câncer de próstata não apresenta sintomas. Quando eles aparecem, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada. Por isso, ir ao urologista para realizar o toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico) é tão importante.

Cerca de 20% dos pacientes são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

“Os homens tem que quebrar esse tabu. Mesmo com tanta chance de cura, essa doença é a segunda que mais mata devido ao homem protelar o exame”, alerta Atz.

Se detectado precocemente, o paciente tem até 90% de chances de cura. “Hábitos saudáveis e a visita regular ao médico são a melhor forma de prevenção”, finaliza.

Cidades da região têm programação especial

Em Santos, o câncer de próstata foi a causa da morte de 50 homens em 2016, 47 em 2017 e 36 este ano. Para os usuários do SUS, algumas policlínicas abrem no dia 24 para realizar coleta para exame de PSA, teste de glicemia e testes rápidos de HIV e sífilis.

A realização do exame de PSA requer preparo. As principais orientações são abstinência sexual por 48 horas; e não praticar exercícios com bicicleta ou andar de moto 48 horas antes.

Guarujá
Todas as unidades básicas (UBS) e de saúde da família (Usafas) de Guarujá estão realizando ações para incentivar os homens a realizar os exames de prevenção, principalmente para câncer de próstata.

Caso os exames realizados apresentem alteração, o paciente é encaminhado ao urologista, no Ambulatório de Referência em Especialidades (ARE), em, no máximo, 20 dias.

Bertioga
A Secretaria de Saúde do Município oferece exame de PSA, palestras sobre prevenção da doença, rodas de conversa e testes rápido para detecção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Cubatão
Hoje, acontece a I Corrida e Caminhada Juntos pela Vida, que vai levar às ruas do Jardim Casqueiro ações de conscientização e prevenção do câncer de mama e de próstata. A largada será na Praça Independência, às 17 horas.

Haverá também uma série de atividades de promoção à saúde, como dicas de prevenção das doenças, medição de pressão arterial, informações sobre saúde bucal, esclerose múltipla e DSTs.
Em 2017, foram registrados cinco óbitos por câncer de próstata na Cidade. Este ano, até o momento, foram quatro mortes.

São Vicente
Amanhã, das 14 às 16h30, na Praça Tom Jobim; no dia 28, das 9 às 12 horas, na Prefeitura; e dia 30, das 9 às 12 horas, a Subprefeitura, na Área Continental, recebe ações voltadas à saúde do homem e conscientização da prevenção do câncer de próstata. Também serão promovidos vacinação contra Febre Amarela; aferição de pressão arterial; avaliação de saúde bucal, com prevenção do câncer de boca; solicitação de exame laboratorial PSA; testes rápidos  de HIV e Sífilis; orientação de Tuberculose e Hanseníase; orientação sobre Dengue; e avaliação nutricional.

Na próxima terça-feira, das 9 às 15 horas, acontece Roda de Conversa no Centro Médico de Especialidades Infantis – CMEI ( Rua Polydoro Oliveira Bittencourt, 299 - Vila Margarida). Os temas são: ‘Prevenção e Diagnóstico do Câncer de Próstata’ e ‘Anemia Falciforme: O que é? Tratamento e Acompanhamento’. Neste dia, acontece a divulgação de testes de HIV, Hepatite B, Hepatite C e Sífilis, que serão pedidos pela enfermeira do CMEI.

No mesmo dia, a partir das 9 horas, acontece orientação aos pacientes em sala de espera, no Centro Médico Martim Afonso – CMMA. Ainda, durante o mês de novembro, todas as 25 unidades básicas de saúde de São Vicente farão palestras e rodas de conversa sobre a prevenção do câncer de próstata.
De acordo com a Secretaria de Saúde do Município, foram confirmados 30 casos de câncer de próstata em 2017.  Neste ano, foram 25 casos até agosto.

Praia Grande
A Unidades de Saúde da Família (Usafas) da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) estão realizando diversas ações voltadas à prevenção do câncer de próstata e diagnóstico precoce da doença através da Campanha Novembro Azul.

Em Praia Grande, a recomendação é que o homem procure a Unidade de Saúde da Família mais próxima de sua residência, onde passará por uma consulta com o médico de saúde da família que o encaminhará, caso necessário, para o especialista.

Mongaguá
Segundo a Prefeitura, ao longo deste mês estão previstas palestras de orientação e prevenção aos pacientes das nove unidades básicas de saúde. No dia 18, acontece a 5ª Corrida e Caminhada Contra o Câncer, na Praça Dudu Samba, no Centro.

Itanhaém
A Cidade vai realizar ações na semana do dia 29 de novembro nas Unidades de Saúde da Família (USF) e no Centro de Especialidades Médicas de Itanhaém (CEMI), focadas aos homens de 45 anos ou mais. As ações incluem palestras informativas e de conscientização dos sintomas, diagnóstico e tratamento do câncer de próstata, e coleta de Antígeno Prostático Específico (PSA) nas USF.

Em 2017, Itanhaém registrou sete casos de câncer próstata. Este ano, foram registrados três casos até o momento.

Peruíbe
As UBS farão palestras voltadas para a saúde dos homens, além de coleta intensificada de PSA. Haverá mutirão de ultrassom de próstata nos dias 26 e 30 de novembro. Os exames devem ser agendados pelas UBSs.

Colunas

Contraponto