21h : 47min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Mutirão da limpeza recolhe mais de 95 Kg de lixo das praias de Santos

Ação fez parte do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias

Comentar
Compartilhar
16 SET 2017Por Vanessa Pimentel17h38
O lixo recolhido foi pesado e triado para separação dos recicláveisFoto: Fernando Yokota

Cerca de 350 pessoas se encontraram hoje pela manhã na Praça das Bandeiras, no Gonzaga, em Santos, para celebrar o Clean Up Day – Dia Mundial da Limpeza de Rios e Praias.

Munidos com sacos de lixo e amor pelo planeta, o grupo seguiu pela areia até o Canal 6 retirando da praia tudo o que não deveria estar lá.

Ao fim da ação, em frente ao Aquário, o lixo recolhido foi pesado e triado para separação dos recicláveis. No total, mais de 95 kg de resíduos foram tirados das praias.

Em Santos, o mutirão foi organizado pelo Instituto Mar Azul, responsável pela organização do evento desde 2012. O diretor da entidade, Hailton Santos, explicou que o objetivo da campanha vai além da limpeza.

"É importante conscientizar as pessoas sobre a importância de descartar o lixo corretamente e cuidar do meio ambiente porque os animais marinhos acabam se alimentando, principalmente, de plástico e muitos acabam morrendo", explica ele.

Maykon Clemente e Pedro Trasmonte, criadores da Morphos Ambiental, participaram do evento e contaram que na última sexta-feira, durante um passeio pela praia no fim do dia, ficaram abismados com a quantidade de lixo na areia.

"É um absurdo o jeito como algumas pessoas tratam a praia. É só parar para observar o tanto de lixo jogado na areia no fim de um dia de sol", declara Maykon.

Pódio da sujeira. Segundo o diretor do Instituto Mar Azul, o tipo de lixo encontrado em maior quantidade na ação de hoje foram bitucas de cigarro, seguido por plásticos diversos e canudinhos. Isopor também tem sido encontrado em demasia.

"Antigamente, a gente comia milho no sabugo, agora comemos em pratinhos de isopor. Quando o milho acaba, muita gente coloca o potinho vazio debaixo da cadeira, mas como ele é leve acaba voando e fica por isso mesmo. Outra coisa que já reparei é que algumas pessoas passam o tempo na praia picotando esse isopor e esses pedacinhos acabam se espalhando mais ainda por aí", explica Hailton.

Voluntários. Além de voluntários, fizeram parte do mutirão de limpeza estudantes das universidades da região, a Brasil Terminal Portuário (BTP) e a Empresa Brasileira de Terminais Portuários (Embraport), os Meninos da Vila, Morphos Ambiental, três grupos de escoteiros da cidade, ongs ambientais, Projeto Mantas do Brasil e Lar das Moças Cegas. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) apoiou a ação.

Funcionários da Sabesp também estiveram presentes fornecendo água limpa para as equipes e lembrando da importância dela para a vida no planeta.

Domingo também terá mutirão

Neste domingo a ação de limpeza de Rios e Praias continua. Desta vez o Instituto EcoFaxina fará a ação voluntária no manguezal. O grupo fornecerá transporte gratuito com saída às 8 horas da rua Dr. Oswaldo Cruz, 266, no Boqueirão, em Santos.

Em Bertioga, voluntários do Greenpeace farão a limpeza das praias da Orla (centro), Itaguaré, Guaratuba e Boracéia e dos rios Jaguareguava, Itapanhau, Itaguaré e Guaratuba. O ponto de encontro será no Restaurante Vila das Ostras, na Praia de Itaguaré, às 10h30.

 

Colunas

Contraponto