Santos

Márcio França autoriza projeto da ponte entre Santos e Guarujá

Governador também assinou o início de obras e melhorias para a Baixada Santista nas áreas da Saúde, Transporte, Saneamento e Desenvolvimento Social

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2018Por Da Reportagem16h01
Márcio França assinou autorizações para que a concessionária Ecovias elabore os projetos de implantação da ponte entre Santos e GuarujáFoto: Divulgação/Governo do Estado

Durante a transferência simbólica da sede do Governo de SP para Santos nesta quarta-feira, 13, em comemoração ao nascimento do patrono da Independência, José Bonifácio de Andrada e Silva, o governador Márcio França assinou autorizações para que a concessionária Ecovias elabore os projetos de implantação da ponte entre Santos e Guarujá e de melhorias na Rodovia dos Imigrantes (SP-160), em São Vicente. Os estudos serão acompanhados pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), responsável pela fiscalização e gerenciamento dos contratos de concessão.

"A obra da ponte interliga as duas principais rodovias, permite que os caminhões façam o vira atravessando a ponte, não dando a volta inteirinha no estuário", explicou o governador sobre o projeto da ponte. "Eu tenho insistido em encontrar soluções mais simples, dentro do que é possível. Nesta solução (ponte) não tem recurso do Estado, é uma obra particular, que será feita pela Ecovias no regime de aditamento de contrato da concessão dela".

A ponte vai interligar a Rodovia Anchieta (SP-150), na altura do km 65, e a Rodovia Cônego Domênico Rangoni (SP-055), no km 250. A interligação terá cerca de sete quilômetros. Os projetos incluirão, também, a previsão de obras para a adequação e compatibilização da entrada de Santos com a nova interligação. Essas intervenções são denominadas Fase 2 da Nova Entrada de Santos.

A outra autorização assinada pelo governador possibilitará à Ecovias realizar projetos para melhorias no trecho urbano da Rodovia dos Imigrantes (SP-160), entre o km 62 e o km 68, em São Vicente. As intervenções previstas são: implantação de iluminação; melhorias nas passagens inferiores com reforço na iluminação e orientação para pedestres e ciclistas; revitalização sob o viaduto do km 68; modernização no sistema de monitoramento com adequação de quatro câmeras para detecção automática de acidentes; organização de acessos; e obras de prevenção de enchentes.

Sabesp investe R$ 46 milhões na Baixada

No evento em Santos, o governador Márcio França anunciou o início de nova fase de obras da Sabesp na Baixada Santista. O investimento total, de R$ 46 milhões, possibilitará a entrada em operação de 54,1 km de redes coletoras, três estações de bombeamento e a conexão de mais 11.343 moradias ao sistema de coleta e tratamento de esgoto em São Vicente.

Os bairros beneficiados são Vila Margarida, Jóquei Clube e Morro dos Barbosas, com uma população fixa estimada em 38.600 habitantes. As melhorias farão com que o índice de cobertura por redes de esgotamento em São Vicente suba de 80% para 87%.

Além de contribuir para a qualidade de vida da população, os investimentos da Sabesp na área de esgotamento sanitário da Baixada Santista também impactam positivamente na qualidade das praias. O aumento da coleta nestes três bairros vai beneficiar a balneabilidade na praia dos Milionários e no Itararé. A região do Mar Pequeno também terá reflexos positivos das intervenções da companhia.

4º Bom Prato em Santos

Márcio França também assinou autorização para a implantação da quarta unidade do Bom Prato em Santos. O novo restaurante servirá 950 refeições diárias, sendo 800 almoços e 150 cafés da manhã, no Dique da Vila Gilda, Zona Noroeste.

Colunas

Contraponto