Banner Sabesp

IPTU de Guarujá terá reajuste de 5,15% em 2018

Na sessão de ontem da Câmara, também foi aprovado, em segundo turno, o PLC 029/2017, que atualiza o valor da Unidade Fiscal do Município

Comentar
Compartilhar
15 DEZ 2017Por Da Reportagem10h30
A Câmara de Guarujá aprovou, em segundo turno, três projetos de leis complementaresFoto: Arquivo/DL

Em sessão extraordinária realizada ontem, a Câmara de Guarujá aprovou, em segundo turno, três projetos de leis complementares, todos de autoria do prefeito Válter Suman (PSB) - e que agora seguem para devida sanção. Um deles é o PLC 030/2017, que prevê reajuste de 5,15% no valor do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) a partir de 2018.

Na mesma sessão, também foi aprovado, em segundo turno, o PLC 029/2017, que atualiza o valor da Unidade Fiscal do Município (UFM) - índice oficial que serve como base de cálculo para vários tributos e multas. De R$ 3,02 atualmente fixados, esse valor passará para R$ 3,17 a partir do ano que vem.
O percentual aplicado foi exatamente o mesmo que serviu de base para o novo cálculo do IPTU - 5,15%.

Vereadores também aprovaram, em caráter definitivo, o PLC 027/2017, que reclassifica, junto ao Plano Diretor local, o perfil da Av.enida Marechal Deodoro da Fonseca, passando de ‘via local’ para ‘via coletora’- em razão de uma série de alterações viárias recentemente ocorridas, com objetivo de melhorar o fluxo de veículos.

Mais duas

Nos próximos dias 18 e 19 (segunda e terça-feira), haverá mais duas sessões extraordinárias, dessa vez, especificamente, para análise do PLC 028/2017 - que aumenta em 67% o valor do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) cobrado de empresas do ramo portuário.

A votação em primeiro turno estava para ocorrer ontem, mas não houve consenso entre os vereadores, que optaram por adiar a análise da matéria. A sessão do dia 18 está marcada para às 10 horas. Já a sessão do dia 19 (quando ocorrerá a segunda e definitiva votação) será às 11 horas.

 

Colunas

Contraponto