Pref 13 e 14

FB-28 volta a operar na Travessia Santos/Guarujá

A Travessia Santos/Guarujá dispõe, temporariamente, de dez embarcações, das quais oito podem operar simultaneamente

Comentar
Compartilhar
09 AGO 2017Por Da Reportagem11h00
O ferryboat FB-28 é um dos maiores da frota da Dersa, com capacidade para transportar 62 veículos. Durante 150 dias, foi executado um amplo trabalho de modernização de toda sua estrutura, segundo informou a companhiaFoto: Divulgação

A Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S/A entregou nesta terça-feira (8), mais uma embarcação totalmente remodelada. O ferryboat FB-28, que já está em operação na Travessia Santos/Guarujá, é um dos maiores da frota da Companhia, com capacidade para transportar 62 veículos. Durante 150 dias, foi executado um amplo trabalho de modernização de toda sua estrutura.

Com investimento de R$ 2,7 milhões do Governo do Estado, a reforma do FB-28 incluiu substituição de chapas de aço, pintura completa e renovação dos sistemas elétrico, eletrônico e hidráulico. Além de gerar mais conforto e segurança aos usuários, o processo também garante à embarcação o Certificado de Segurança da Navegação (CSN) renovado, uma obrigatoriedade da Autoridade Marítima cumprida a cada cinco anos.

O FB-28 recebeu quatro conjuntos de motores, reversores e eixos propulsores zero quilômetro. Os quatro motores são modelo DI9-070M de 350 HP, da marca Scania, que fazem parte de um total de 26 unidades recentemente adquiridas pela DERSA por meio de licitação. Os novos equipamentos são modernos, econômicos e com baixa emissão de poluentes. A Companhia também adquiriu 22 caixas reversoras, peças sobressalentes e hélices, com investimento total de R$ 8,2 milhões.

Outra boa notícia é que o FB-28 voltou a operar com mais um abrigo para pedestres. A novidade atenderá a 100% dos usuários a bordo, em cumprimento às novas normas da Autoridade Marítima.

Modernização da frota

Desde o início do ano passado, a Companhia entregou 16 embarcações totalmente remodeladas, com recursos de R$ 37,5 milhões. O Programa de Modernização das Travessias Litorâneas, iniciado em 2011, já investiu R$ 309 milhões nos oito serviços administrados pela DERSA, o que resultou em aumento de 30% na capacidade operacional de todo o sistema. Em 2017, os investimentos chegarão a R$ 20,7 milhões na reforma e modernização de sete ferryboats.

Oito balsas em operação

A Travessia Santos/Guarujá dispõe, temporariamente, de 10 embarcações, das quais oito podem operar simultaneamente, em razão dos pontos de atracação disponíveis, que são quatro em cada margem.

O FB-27, que também está sendo reformado e modernizado com investimento de R$ 3,2 milhões, deverá retornar à operação até o fim deste mês. Já o FB-21 e o FB-24 também serão remodelados tão logo seja finalizado o processo licitatório em andamento.

Colunas

Contraponto