Entrada da Cidade

Estivadores fazem greve e passeata nesta segunda-feira

Paralisação começou as 7h. Os trabalhadores reivindicam melhores salários e querem discutir a campanha salarial

Comentar
Compartilhar
12 MAR 2018Por Da Reportagem09h00
Os 3 mil estivadores avulsos e vinculados de Santos iniciaram greve de 24 horas, nesta segunda-feira (12)Foto: Diário do Litoral

Os 3 mil estivadores avulsos e vinculados de Santos iniciaram greve de 24 horas, nesta segunda-feira (12). A categoria reivindica negociação da campanha salarial com data-base em março, além de manutenção do mercado de trabalho, o não extermínio dos avulsos e melhore salários.

A paralisação,  que foi aprovada em assembleia na segunda-feira passada (5), começou às 7 horas. Às 8 horas, a categoria saiu em passeata, de sua sede sindical, na rua dos Estivadores, 101, até o prédio onde fica o Sopesp, na rua Amador Bueno, 333, no bairro Paquetá. 

Desde sexta-feira (9), a direção do sindicato e a militância dos estivadores intensificaram a preparação, organização e divulgação da greve. Uma das atividades foi a instalação de faixas nas cidades da Baixada Santista anunciando a paralisação.

De acordo com o presidente dos estivadores, Rodnei Oliveira da Silva ‘Nei’ o motivo da paralisação é “a intransigência da direção do Sopesp, que se recusa a negociar as reivindicações”. 

 

 

Colunas

Contraponto