Banner Sabesp

Consciência Negra: confira o que abre e fecha em Santos

É importante ficar de olho no movimento das estradas. Na volta deste feriado, é implementada a Operação Subida no Sistema Anchieta-Imigrantes

Comentar
Compartilhar
17 NOV 2017Por Da Reportagem12h01
Feriado altera a agenda de Santos e o expediente dos serviços da PrefeituraFoto: Agência Brasil

O Dia da Consciência Negra, celebrado nesta segunda-feira (20) altera a agenda de Santos e o expediente dos serviços da Prefeitura. Também é importante ficar de olho no movimento das estradas. Na volta deste feriado, é implementada a Operação Subida no Sistema Anchieta-Imigrantes.

Policlínicas
Não funcionam. Exceto a da Nova Cintra, que mantém plantão de 24 horas para urgências e emergências.

UPA Central, Prontos-Socorros e hospitais
Funcionam normalmente.

Linha Conheça Santos – (city tour)
Saída do Posto de Informações Turísticas do Gonzaga (Posto de Salvamento 3). 10h e 14h. Parada para visitação na Oficina do Bonde (armazém 12-A)

Linha Turística do Bonde
Saída a cada 30 minutos da Estação do Valongo. Entre 11h e 17h.

Aquário e Orquidário
Abertos das 9h às 18h (bilheteria fecha às 17h).

Fechados para o feriado
Poupatempo, Pantheon dos Andradas, Casa do Trem Bélico, Jardim das Artes, Galerias de Arte Braz Cubas e Espaço Vip, Museu Pelé, Galeria de Arte Patrícia Galvão, Biblioteca Municipal Mário Faria e Gibiteca Municipal Marcel Rodrigues Paes não funcionam nesta segunda-feira.

Faixas exclusivas e preferenciais de ônibus
Não serão ativadas.

Estacionamento Regulamentado
Não funcionará.

Sabesp

Na segunda-feira (20), apenas os postos do município de Praia Grande (Poupatempo e Guilhermina) estarão abertos e, os demais, fechados. O funcionamento volta ao normal em todos os balcões a partir da terça-feira (21).

Moradores e turistas também podem contar com o atendimento da Sabesp por meio da Central Telefônica (195 ou 0800 055 0195), Agência Virtual (www.sabesp.com.br) e aplicativo disponível para celulares e tablets com sistemas operacionais Android e iOS.

Correios
Todas as agências dos Correios da Baixada Santista estarão fechadas no dia 20 de novembro.

Feriado traz atrações para Jardim Botânico de Santos

As atrações  no Jardim Botânico têm início às 13h com o DJ Marcelo Duarte. Às 14h, haverá uma celebração de ancestralidade com o escritor Evandro Osho.

Um desfile afro acontece às 14h40, coordenado por Bruna Capelo. Em seguida, às 15h10, os participantes poderão se divertir em aula aberta de samba rock, seguido por roda de conversa com a nutricionista Stela Mello e o terapeuta Pedro Gabriel.  O encerramento se dará às 16h, com a banda de reggae Re Pense Jah.

Operação Subida - Ecovias

Na volta do feriado está programada a implantação da Operação Subida (2×8) no Sistema Anchieta-Imigrantes. A previsão é que entre em vigor na segunda-feira, a partir das 10h, permanecendo até 1h da madrugada de terça-feira. Na Operação Subida (2×8), o usuário terá a opção de subir o trecho de Serra pelas duas pistas da Imigrantes e também pela pista norte da Anchieta. Enquanto isso, a descida será feita apenas pela pista sul da Via Anchieta.

A inversão da mão de direção das rodovias do SAI durante as operações especiais de tráfego acontece apenas no trecho de Serra – entre os km 40 e km 55 da Anchieta, e do km 40 ao km 57 da rodovia dos Imigrantes.

I Marcha Metropolitana da Consciência Negra em SV

A cidade de São Vicente abriga nesta segunda-feira (20) a I Marcha Metropolitana da Consciência Negra da Baixada Santista.

A atividade, que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de São Vicente e de várias entidades do Movimento Negro, terá sua concentração realizada a partir das 15h, na Praça Heróis de 32, no Centro de São Vicente, partindo às 16h pela Avenida Embaixador Pedro de Toledo no Gonzaguinha rumo à Vila de São Vicente. O tema para este primeiro ano da Marcha na região será “Resistir, Sobreviver, Denunciar!”.

A proposta da Marcha é fruto da união de alguns movimentos do Movimento Negro da região metropolitana da Baixada. A Comissão Organizadora do evento vem realizando reuniões de articulação e mobilização nas nove cidades da Baixada Santista visando aglutinar, além da militância negra, os demais cidadãos das nove cidades da região a participarem da atividade no município de São Vicente.

Colunas

Contraponto