Banner Codevida

Cetesb alerta sobre microalgas no litoral paulista

diatomáceas. Segundo o órgão, tem sido observada a presença de elevadas densidades de microalgas do grupo na Baixada, Litoral Sul e Litoral Norte

Comentar
Compartilhar
08 SET 2017Por Da Reportagem11h30
Cetesb recomenda aos banhistas evitarem entrar nas águas onde houver manchas marrom-avermelhadasFoto: Rodrigo Montaldi/DL

A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) está acompanhando a ocorrência de microalgas no Litoral Paulista, identificadas por manchas marrom-avermelhadas, decorrentes de uma floração de dinoflagelados. A maior concentração foi detectada na costa entre Caraguatatuba e Ubatuba.

Essa ocorrência é um fenômeno natural, cuja movimentação depende das condições atmosféricas e principalmente das correntes marítimas.

Também tem sido observada a presença de elevadas densidades de microalgas do grupo diatomáceas, na Baixada Santista e Litoral Sul.

Diante deste quadro, mesmo em praias consideradas próprias, a Cetesb não recomenda o uso das águas para banhos em locais onde a presença das manchas marrom avermelhadas forem detectadas, pois esses organismos podem provocar, quando presentes em altas densidades, irritação à pele.

A Cetesb informou a Secretaria da Saúde sobre o evento para verificar a necessidade de adoção de outros tipos de ações.

Colunas

Contraponto